sexta-feira, 11 de abril de 2008

14º CAPÍTULO - VENCENDO A MALDIÇÃO



14º CAPÍTULO

VENCENDO A MALDIÇÃO




Hécate: - SHAKA DE VIRGEM! O mundo das trevas lhe aguarda! Deixe de existir agora cavaleiro de Athena! (Ela percebe algo e se surpreende) Mas o que?

Um feixe de luz dourado passa pelo local. Shaka e Hécate sentem algo. Mas de repente! Um imenso e maravilhoso brilho dourado surge atrás de Shaka encobrindo todo o seu corpo.

Hécate: - Mas isto é impossível! Este... Este não é o cosmo de Shaka! Quem ousa interferir?


CASA DE LIBRA E SALA DO MESTRE


Tanto Dohko como Shion se expressam de uma forma impressionada! Ao que parece ser. Eles também sentiram!


Dohko http://pobladores.lycos.es/data/pobladores.com/jp/ey/jpeyote/channels/saint_seiya_lycos/images/3691799dohko4.jpg: - Este cosmo só pode ser...
Shion http://i184.photobucket.com/albums/x171/854Fredd/Shion2.jpg: - Realmente este cosmo só pode ser dele...
Shaka agachado devido os ferimentos diz em voz baixa: - O que esta havendo? Este... Este cosmo me parece familiar e nele sinto também a coragem e a bondade em prol da justiça.

Nas demais casas os demais cavaleiros de ouro também sentem. E próximo à casa de Libra os deuses também param e observam.

Nix: - Alguém acabou de chegar às ruínas da casa de virgem... Hécate você terá de mostrar agora se esta mesmo preparada para cumprir a vontade dos DEUSES PRIMORDIAIS.

Ela parece não se importar e continua a sua jornada.
Shaka permanece na mesma posição e ao seu lado aparece alguém trajando também uma armadura de ouro. Envolto de um imenso brilho dourado e maravilhoso. A imagem vai subindo e... Esperem é a armadura de virgem! Mas é um pouco diferente da de Shaka. Como pode?

Quem traja a armadura de ouro coloca a mão no ombro esquerdo de Shaka.

(...): - Shaka! Não permitirei que perca a vida para esta deusa diabólica!

Shaka olha rapidamente e vê. Se surpreendendo! Era um cavaleiro muito parecido com ele, os olhos do cavaleiro de virgem brilham com ar de emoção

Shaka: - Eu... Eu... Não posso acreditar... Você?
Hécate: - Quem é você?
O homem é extremamente parecido com Shaka. Com longos cabelos loiros e com os olhos fechados: - Sou o antigo cavaleiro de ouro que protegia a casa de virgem... Asmita de Virgem! http://www.flogao.com.br/alessandrozanardisg/foto/206/123627474


Shaka fica impressionado

Asmita: - Estou aqui por ordem da DEUSA ATHENA. Que me chamou de meu descanso eterno para não permitir que vocês DEUSES PRIMORDIAIS castiguem a humanidade enquanto ela e os demais cavaleiros lutam bravamente no Olimpo!
Shaka: - O que? Athena!
Hécate: – Como ousa interferir em minha luta contra ele? Se é assim acabarei com você também!
Asmita: - Você não tem a noção de quem vai enfrentar!
Hécate e Shaka :– O que?

A imagem começa a embaçar e entra na mente de Asmita.

Asmita traja uma roupa grega branca e sandálias. Esta em um local lindo e florido. http://images.uncyc.org/pt/thumb/8/85/Ss14.jpg/200px-Ss14.jpg

Asmita conta: - Estava descansando em meu sono eterno quando senti o cosmo de Athena...

Representada por um feixe de luz.

Athena: - Asmita! Asmita de Virgem.
Asmita abre os olhos e são verdes (Ele é cego! Segundo a SAGA LOST CANVAS. No mundo dos mortos ele enxerga normalmente): - Athena... Minha deusa! O que devo a honra de me chamar em meu descanso?
Athena: - Você serviu a mim e ao Santuário por anos e neste momento eu e os atuais cavaleiros estamos em uma dura batalha. Contra diversos deuses que decidiram aniquilar a humanidade, que assim como eu você também amam...
Asmita: - Mas isto é um ato cruel por parte dos deuses!
Athena: - Sim! E por amar a humanidade de tal maneira. Eu e meus cavaleiros estamos determinados a lutar até o fim! E Shaka o seu sucessor esta a beira da morte lutando com bravura. Vários cavaleiros de ouro estão incapazes de continuar a defender o santuário. Asmita! Eu preciso de você! Retorne ao Santuário imediatamente! É uma ordem! O meu cosmo o trará de volta

Asmita se levanta: - Sim minha DEUSA! (A reverencia se ajoelhando) Farei a tua vontade! (Olha a luz que representa Athena) Athena!
Athena: - Sim!
Asmita: - Quem são nossos inimigos?
Athena: - Além dos deuses olímpicos. Parece que os TITÃS e os DEUSES PRIMORDIAIS também decidiram destruir a humanidade! E não é só isto. O Olimpo também!
Asmita: - Isto é ruim... Athena! Nós precisaremos de todo a ajuda para combater estes inimigos. Mesmo eu, não sou páreo a um deus primordial
Athena: - Asmita... Você e os atuais cavaleiros de ouro terão todo o apoio possível. Mas... RETORNE AO SANTUÁRIO IMEDIATAMENTE! SHAKA PRECISA DE VOCÊ!

Neste momento surge a armadura antiga de Virgem. Ela reveste todo o corpo de Asmita.


NA CASA DE LIBRA


Dohko esta com ar de incerteza: - Asmita! Asmita de Virgem! Velho amigo por que retornou ao Santuário? Ele não estaria aqui por vontade própria... ATHENA!


SALA DO MESTRE

Shion na mesma linha de raciocínio do cavaleiro de Libra: - Nossa DEUSA não nos abandonou... Fará de tudo para nos ajudar.
Kanon em voz baixa: - Asmita de Virgem! Um dos mais poderosos cavaleiros de ouro do passado. Se ele esta de volta ao Santuário é sinal que teremos uma dura batalha pela frente.


RETORNANDO A LUTA


Asmita: - E assim cheguei aqui!
Hécate dá uma gargalhada através de seu cosmo: - Mesmo você Asmita ou até mesmo todos os cavaleiros de ouro juntos não são nada diante de um deus! Ainda mais Titã ou primordial!

Mesmo depois de perder os cinco sentidos. Hécate queima seu cosmo e ergue com muita coragem seu braço direito. Em feixe energia negra aparece.

Shaka: - Como ela consegue concentrar tamanha energia? Mesmo depois de eu ter retirado seus cinco sentidos!
Asmita com os olhos fechados. Pois é cego: - Hécate! Você fala demais!
Hécate: - O que? Como é capaz de dizer isto?
Asmita: - Você é apenas filha de Titãs e não um Titã! Seu cosmo é recheado por um grande ódio! Já nós cavaleiros de ouro estamos com um cosmo repleto de todo amor e sede de justiça. Mesmo sem enxergar. Tenho uma grande percepção a minha volta e Shaka meu sucessor carrega dentro dele uma maldição.
Hécate: - Hum! Isto mesmo e acabarei com ele já e depois com você!

Asmita começa a caminhar na direção da deusa. Shaka observa ainda agachado. A adversária de ambos continua imóvel, mas queimando seu negro cosmo. Asmita para bem próximo a ela.

Asmita: - Você acredita mesmo que Shaka pode ser vencido com seu ataque?

Hécate não responde.

Asmita em voz baixa: - Tente destruí-lo!
Shaka se surpreende com a fala de Asmita: - O que? O que ele pensa que esta fazendo!
Hécate: - Como é? Você esta me mandando destruir Shaka, seu sucessor?
Asmita: - Não é o que você queria?
Hécate: - Hum! Deve ter algo errado ai.
Asmita: - Esta com receio de algo? (Com sarcasmo) Como uma herdeira dos Titãs pode ter medo diante de insignificantes cavaleiros de ouro?
Hécate: - Não me provoque! ACABAREI COM SHAKA AGORA E DEPOIS COM VOCÊ!

Shaka esta com uma expressão de desespero diante do mal que pode lhe acontecer.

Shaka em pensamento: - Não posso acreditar! Tenho de fazer algo! Não posso ser vencido jamais! Por Athena queimarei o meu cosmo e esta técnica de HÉCATE eu deterei! Sou SHAKA e estou diante de Asmita. Mas por que ele quer isto? Não compreendo?

O atual cavaleiro de virgem incendeia seu dourado cosmo.

Hécate: - Esta queimando seu cosmo? Hum! Não será páreo para minha técnica!

Mais uma vez HÉCATE ergue seu braço direito e seu cosmo negro explode!


{{{ANIQUILAÇÃO DA ALMA}}}


Shaka cruza os braços concentrando todo o seu cosmo.

Shaka: - Não serei derrotado! Estou determinado a vencer por meu amigo Aiolia! SUA MORTE NÃO SERÁ EM VÃO!

O cavaleiro de ouro abre os braços e explode fortemente seu cosmo. Com isto um grande feixe de luz vai ao mais alto dos céus. De longe vemos a imensa energia cósmica ser banida aos céus.

As ruínas da casa de virgem são tomadas por muita fumaça. Todos ao longe observam. Os deuses, os cavaleiros de ouro e os demais no vilarejo.

O que houve com Shaka, Asmita e Hécate?


OLIMPO – TEMPLO DE ATHENA


Athena estava sentada em seu trono. Sua expressão ainda era de total exaustão. Tanto seu báculo como seu escudo, estavam encostados no trono. http://stoa.usp.br/briannaloch/files/145/607/SacredAthena.jpg

Athena: - Os cavaleiros de ouro estão enfrentando inimigos muito poderosos. Mas não podem se sentirem intimidados por isto. Precisão ser fortes para proteger a TERRA. Asmita, Shion e Dohko já enfrentaram batalhas mais terríveis que os atuais cavaleiros. A presença de Asmita de Virgem é importante para mostrar a Shaka que não está tudo acabado... Confio em vocês meus fieis cavaleiros... (Se levanta e olha para a o caminho por onde seus cavaleiros e mais Hércules seguiram sua jornada rumo ao templo de Zeus) Seiya... (Fecha os olhos) Cavaleiros... Que vocês todos estejam bem!



OS CAVALEIROS.

Os cavaleiros athenenses, mais Hércules chegam a um local com plantações de frutos como próximo ao templo da deusa Deméter. Eles param e Shun diz.

Shun: - Não compreendo! Aqui também existem plantações.

Era uma imensa plantação de uvas. E havia uvas de diversas cores: Azuis, verdes, rochas e vermelhas.

Seiya: - Incrível é uma plantação enorme e vai até a linha do horizonte praticamente.
Shiryu: - Devemos estar próximo de mais um templo guardado por um deus.
Hércules bem sério: - Isto mesmo Shiryu de Dragão!

Shiryu olha com certo receio devido à séria e enfática expressão de Hércules.

Hyoga: - Hércules o que tem a frente? E quem é o deus que nos espera?

Ikki sem dizer nada observa e Seiya faz o mesmo. Hércules fecha os olhos.

Hércules com os olhos fechados: - O próximo templo esta a poucos metros daqui... Só peço a vocês que sigam em frente e eu entrarei sozinho nele.
Seiya como sempre não admite: - O que Hércules... NÓS TODOS ESTAMOS JUNTOS NESTA JORNADA O QUE TEM NAQUELE TEMPLO QUE NÃO PODEMOS ENTRAR?
Ikki: - Acalme-se Seiya! Hércules tem razão!
Seiya: - O que?
Ikki: - Nós cinco temos de chegar juntos ao templo de ZEUS. O que ele pretende é nos dar tempo. (Olha para o amigo) Não é isto Hércules?

Hércules se cala e permanece com os olhos fechados. E Seiya insiste.

Seiya: - Hércules! Eu não estou gostando nada disto! O que esta havendo?
Hércules abre os olhos: - Seiya! É exatamente o que Ikki acabara de dizer... Quero contribuir para o bem desta missão. Não podemos mais ficar todos juntos lutando contra um só deus. Temos de seguir em frente. Athena com seu infinito e poderoso amor por nós. Banhou-nos com seu cosmo quando nem poderia tê-lo feito! Todos nós estamos carregando este cosmo! Preste atenção Seiya! Sei que vocês juntos derrotaram os mais fortes oponentes. Mas aqui é o Olimpo tem muito mais pela frente. Neste exato momento. Inimigos extremamente poderosos avançam atacando o Santuário. E as ordens de Athena aos cavaleiros de ouro sempre foi uma só! Guardem suas casas. E lá ficam não importa o perigo. COMPREENDEU?
Seiya: - S... Sim!

Hércules sai caminhando e todos olham um para o outro. Depois de Hércules estar a uns quatro metros deles. Eles reiniciam a caminhada.

Shiryu em pensamento: - Por que Hércules quer nos poupar deste deus. Um deus que tem tantas plantações de uvas.
Shun também pensa: - Estranha esta atitude... Mas meu irmão concordou! Então não devo me preocupar.
Hyoga: - Hércules pode estar nos poupando de um inimigo poderoso. Ele estava aqui antes de nós. É filho de ZEUS também!

Eles seguem entre as plantações de uvas. São muitas e elas estão no alto formando uma grande sombra protegendo-os do sol.


NO SANTUÁRIO – RUÍNAS DA CASA DE VIRGEM

Toda a fumaça se dispersa aos poucos. Hécate permanece de pé e cega. Com a explosão percebe-se pelas marcas no chão que foi arrastada. Porém permaneceu de pé.

Hécate: - Hum! Cavaleiros de ouro... Athena... Vocês não são de nada!

De repente duas rachaduras surgem no peitoral da armadura de platina da deusa. A proteção do ombro esquerdo racha e cai.

Hécate se surpreende: - O que? Sinto... Sinto que minha armadura foi danificada! O que esta havendo? Por que isto? Por quê?

Alguém vem caminhando através da névoa que se dispersa. Eram Shaka e Asmita.

Hécate sente: - Não! Não pode ser! É... É o cosmo de Shaka você esta na minha frente? Co... Como?
Shaka: - Realmente Hécate! Se não fosse Athena ter enviado Asmita até aqui... Talvez tivesse sido derrotado de verdade. Mas ao perceber que um cavaleiro que jurou lealdade a Athena não pode jamais perder as esperanças. Mesmo diante de um inimigo poderoso. As palavras de Asmita me fizeram ver que poderia vencer e me libertar de sua maldição!
Hécate: - Isto é... É um absurdo! Eu... Eu estava para lhe vencer!
Shaka: - Sim! Mas o seu ódio não é mais forte que o poder da justiça. (Olha para Asmita) Asmita meu amigo... Obrigado!
Asmita: - Não me agradeça... E sim a Athena!
Shaka: - Athena!

Asmita sai andando na direção da escadaria de descida.

Asmita: - Vou ver como estão os outros cavaleiros de ouro. Pois para cima não tenho que me preocupar...

Para e se vira como se estivesse olhando para o alto do Santuário. Lágrimas escorrem.

Asmita fala através do cosmo e os cavaleiros de Libra e o Mestre Shion estão atentos: - Athena... Obrigado por me dar a vida novamente! Para cima do Santuário posso ficar tranqüilo. Meus velhos amigos Dohko e Shion podem cuidar desses malditos... Vou ajudar os bravos cavaleiros de ouro feridos. Eles também precisão de ajuda assim como Shaka precisou.
Dohko também se emociona: - Amigo! Que bom que esta novamente entre nós!
Shion: - Asmita! Sua vinda foi muito importante!

Asmita começa a descer.

Shaka também com lágrimas nos olhos: - Hécate! É impressionante como você e os outros deuses não valorizam isto que acabamos de presenciar.
Hécate: - E o que tem de tão importante?
Shaka: - O amor de Athena pela terra. A amizade entre Asmita, Dohko e Shion. A solidariedade e esperança de Asmita. Vai ajudar meus companheiros de ouro. Na certeza que estão vivos, porém muito machucados.
Hécate: - É só isto? Não seja ridículo! Este sentimento humano os destruirá!
Shaka: - Tem certeza! (Em tom enfático)
Hécate: - O que?
Shaka: - Sua armadura é poderosa. Mas seu próprio ódio... Retirou todo o poder de defesa. As armaduras são para ser usadas ao lado da justiça e não para o mal.
Hécate: - Esta dizendo que minha armadura não tem a mesma força que antes? (Da uma pausa) Não seja idiota! Sou uma deusa e vou destruí-lo por dizer tal absurdo!
Shaka: - Hécate realmente você é completamente obcecada pelo poder maligno. Será destruída por todo mal que causou a humanidade desde a era mitológica.

Shaka queima seu cosmo. Levanta a mão direita. E uma força dourada começa a ser contida ali!

Hécate: - Meus servos irão destruí-lo! Cavaleiro de Athena... Prepare-se! (Neste momento inúmeras criaturas surgem do negro cosmo da deusa)
Shaka: - É AGORA! HÉCATE VOCÊ NÃO TERÁ DEFESA!
Hécate: - O QUE? (Ela inicia o ataque)

Fazendo um movimento com a mão direita. Como se ordena os demônios! São muitos!

Shaka se surpreende com o poderoso e agressivo cosmo de Hécate. Principalmente no péssimo estado que ela se encontra.

Shaka: - Preciso fazer algo. Não acredito que minha armadura suporte mais um ataque.
Hécate: - Cavaleiro de Athena! Sua destruição será neste momento. PREPARE-SE!


{{{ESPÉCTROS DAS TREVAS...ATAQUEM}}}


Em grande velocidade criaturas absurdamente horríveis e com garras bastante afiadas vão na direção de Shaka. O cavaleiro de ouro tem milésimos de segundos para esboçar uma reação.


{{{INVOCAÇÃO DOS ESPÍRITOS}}}


Shaka é atingido... Seu corpo é castigado e sua armadura despedaçada... No mesmo instante o chão aos pés de Hécate. Abre-se! Ela é surpreendida, dando um grito através de seu cosmo. Sendo lançada ao alto.
O cavaleiro de ouro de Virgem é castigado pelo ataque de Hécate. Já a deusa tem também sua armadura perfurada em diversas partes pela técnica de Shaka.


Mais a baixo sentido a casa de Leão. Asmita para e sente a colisão dos cosmos.

Asmita mantêm o rosto na direção às ruínas da casa de virgem.

Asmita: - Sinto que tanto Shaka como Hécate extinguiram os seus cosmos... Não é para menos que Athena me trouxe de volta... Esta batalha esta me parecendo a mais dura que o Santuário já enfrentou... Os deuses primordiais... Por que estão demorando em atacar a TERRA de vez? Somente um deles esta aqui... É necessário que todos os cavaleiros de ouro estejam firmes para este terrível confronto.

Asmita começa a descer.

Os demais cavaleiros de ouro também sentiram a destruição completa dos cosmos de Shaka e Hécate. Seus rostos demonstram receio e raiva! Nas ruínas da casa de virgem lá esta o corpo de Hécate transpassado pelo ataque de Shaka. Sem nenhuma reação.

Já o cavaleiro de Athena esta com apenas vestes brancas e completamente banhada de sangue.
De repente a mão esquerda demonstra uma reação! Shaka abre vagarosamente os olhos.

Shaka: - A... Athena! Con... Arg! Consegui derrota-la! Amigos de ouro! Conto com vocês! (Fecha os olhos)


PRÓXIMO A CASA DE LIBRA

Nix e os demais deuses continuam prosseguindo pelo Santuário rumo à casa de Libra. O olhar primordial da deusa demonstra indignação e pensa: - Hécate foi derrotada... Como Shaka foi capaz?


SALA DO MESTRE


Shion esta apertando o punho direito com bastante força. E a expressão de Kanon não é das melhores.

Kanon: - Shaka realmente defendeu de todas as maneiras a humanidade... Temos de parar isto... Ou a...
Shion: - Acalme-se Kanon! Shaka ainda esta vivo. Tenho certeza assim como os outros cavaleiros de ouro. Se Asmita esta se dirigindo a Leão. É porque sentiu o cosmo de Aiolia e dos outros. Asmita tem uma grande percepção! Mesmo sendo cego...
Kanon: - CEGO? Mas...
Shion: - Ele desenvolveu um poderoso dom de sentir o cosmo amigo e inimigo. Assim acaba enxergando mais do que nós.
Kanon: - Faz sentido! Saga me contou que não conseguiu enganar Shiryu. Quando este estava cego...
Shion: - Exatamente!

Shion anda para o interior da Sala. Sentando no trono e colocando a mão direita no queixo.

Shion em voz baixa: - Como estarão Seiya e os outros?


DENTRE AS PLANTAÇÕES DE UVAS

Hércules e os cavaleiros chegam próximo a um TEMPLO. Ele se encontra escondido nas plantações. Eles estão num elevado e templo esta mais abaixo. Uma escadaria coberta por folhas leva a entrada. Mas o caminho pode continuar pelas plantações a diante. E volta do templo a uma espécie de rio formado por puro vinho.

Seiya: - O Templo esta lá embaixo. Mas aquilo é vinho ao redor do templo?
Hércules: - Exatamente Seiya... Como já havia falado antes... Sigam em frente eu entrarei neste templo sozinho!
Hyoga: - Quem esta lá? Conte-nos!
Ikki: - Dentre os deuses existe aquele que representa o vinho e os prazeres... Dionísio!
Era o
deus grego, das festas, do vinho, do lazer e do prazer. Filho de Zeus e da princesa Semele, foi o único deus filho de uma mortal.

De repente uma gargalhada bastante sarcástica. As correntes de Andrômeda logo ficam agitas.

Shun: - Minha corrente esta percebendo a presença do inimigo!
Seiya: - Se é você Dionísio que esta rindo. Apareça!

Todos ficam atentos. Já Hércules tem uma expressão de tranqüilidade.

Dionísio: - Sim sou eu! Mas como sei que sou capaz de destruir vocês com um só movimento. Não me desgastarei indo até ai... VENHA VOCÊ CAVALEIRO DE ATHENA!
Seiya vai descer: - ORA SEU!
Hércules o detêm aparecendo rapidamente em sua frente: - SEIYA! (Olha seriamente nos olhos do cavaleiro de pégasus) Você e seus amigos sigam em frente ao próximo templo.
Dionísio: - Hércules seu traidor! O que pensa que esta fazendo?
Hércules: - Dionísio se é o que esta parecendo... Você que é um traidor segundo as escrituras mitológicas.
Dionísio: - O QUE? COMO OUSA?
Hércules olhando para o templo e de costa para os cavaleiros: - Cavaleiros! Vão adiante!

Hércules começa a descer a escadaria: - Sigam pela direita é mais seguro... E UM ALERTA! Não toquem jamais nas uvas daqui para frente.

Seiya insiste: - Mas Hércules!
Shiryu: - Mas Seiya você não ouviu o Hércules vamos em frente.

Eles começam a correr e Seiya antes de perder Hércules de vista da uma olhada para trás.

Hércules continua a descer. Passando por uma mini-ponte sobre o vinho e entra no templo. Nas paredes a diversos quadros do mundo de trabalhadores rurais colhendo uvas de vários tipos. As colunas possuem desenhos na sua estrutura de cachos de uva. No chão um imenso tapete cor vinho e ao centro um grande desenho de uma taça. Com vinho é óbvio!

Hércules continua a caminhar quando.

Dionísio sentado ao trono. Com uma armadura kamui onde o verde e detalhes amarelos sobressaem. Com grandes asas brancas, cabelo vermelho, em sua mão direita um báculo e em sua mão esquerda uma taça de vinho. E diz em tom sarcástico. http://img441.imageshack.us/my.php?image=83323463vc2.jpg


Dionísio: - HÉRCULES! Meu irmão traidor! Não permitiu que eu destruí-se os cavaleiros de Athena, para morrer no lugar deles. É isto?
Hércules se enfurece: - CALE-SE DIONÍSIO! Você é igual a mim! Nossas mães foram mortais humanos! COMO PODE PERMITIR A DESTRUÍÇÃO DE UM LUGAR QUE ELAS VIERAM? E NÓS TAMBÉM!
Dionísio fica sério: - O que esta dizendo?
Hércules: - Isto que acabara de escutar! Pelas suas palavras... Você quer lutar contra aquela que ama a vida e a humanidade! Você também carrega um sangue humano!
Dionísio se levanta: - Hércules! Não admito que fale assim desta maneira eu sou um deus!
Hércules: - Um deus diabólico que não ama nem suas origens!
Dionísio: - Amar! Este sentimento ridículo! Jamais senti em minha vida!
Hércules: - Não seja mentiroso! Você abençoava as aldeias que produziam vinho! As pessoas o adorava como deus do vinho e da alegria! O que houve agora?
Dionísio: - Hércules! Eu estou aqui para cumprir as ordens de meu pai. Inclusive é para levar sua cabeça para ele!
Hércules: - O que? Como você pode fazer isto? Esta a favor do fim da humanidade?
Dionísio: - Sim! Pois nós os deuses sempre os ajudamos e o que vemos? Destruição! Matança! Ganância! A humanidade não merece continuar a existir. Será destruída!
Hércules: - Eu e meus amigos cavaleiros vamos impedir isto!
Dionísio: - Seja como queira Hércules!

Dionísio o deus do vinho queima seu cosmo! E Hércules corresponde elevando o seu!

CONTINUA


Terá Hércules à chance de triunfar para ajudar Seiya e os outros?
Ele agora é um simples humano! Zeus tirou o seu cosmo de deus.
E no Santuário?
Nix e os deuses estão na casa de Libra!
Mais uma dura batalha esta para começar na Grécia!
Asmita pode mesmo ajudar os cavaleiros de ouro feridos?

O que acontecerá nos próximos capítulos?



NO PRÓXIMO CAPÍTULO DE OS CAVALEIROS DO ZODÍACO: A SAGA DO OLIMPO

DIONÍSIO É UM DEUS MUITO PODEROSO!
FARA DE TUDO PARA DESTRUIR HÉRCULES.
MAS O DEUS NÃO PODERÁ DERROTAR HÉRCULES! POR QUÊ?
SABEREMOS NO PRÓXIMO CAPÍTULO!

15º O SEGREDO DE DIONÍSIO!
Postar um comentário