sábado, 26 de abril de 2008

15º CAPITULO: O SEGREDO DE DIONÍSIO!




15º O SEGREDO DE DIONÍSIO!


DENTRE AS PLANTAÇÕES DE UVAS


Hércules e os cavaleiros chegam próximos a um TEMPLO. Ele se encontra escondido nas plantações. Eles estão num elevado e templo esta mais abaixo. Uma escadaria coberta por folhas leva a entrada. Mas o caminho pode continuar pelas plantações a diante. E volta do templo a uma espécie de rio formado por puro vinho.

Seiya: - O Templo esta lá embaixo. Mas aquilo é vinho ao redor do templo?
Hércules: - Exatamente Seiya... Como já havia falado antes... Sigam em frente eu entrarei neste templo sozinho!
Hyoga: - Quem esta lá? Conte-nos!
Ikki: - Hyoga e todos vocês... Dentre os deuses existe aquele que representa o vinho e os prazeres... Dionísio!
Ele é o deus grego, das festas, do vinho, do lazer e do prazer. Filho de Zeus e da princesa Semele, foi o único deus filho de uma mortal.

De repente uma gargalhada bastante sarcástica. As correntes de Andrômeda logo ficam agitas.

Shun: - Minha corrente esta percebendo a presença do inimigo!
Seiya: - Se é você Dionísio que esta rindo? Apareça!

Todos ficam atentos. Já Hércules tem uma expressão de tranqüilidade.

Dionísio: - Sim sou eu! Mas como sei que sou capaz de destruir vocês com um só movimento. Não me desgastarei indo até ai... VENHA VOCÊ CAVALEIRO DE ATHENA!
Seiya vai descer: - ORA SEU!
Hércules o detêm aparecendo rapidamente em sua frente: - SEIYA! (Olha seriamente nos olhos do cavaleiro de pégasus) Você e seus amigos sigam em frente ao próximo templo.
Dionísio: - Hércules seu traidor! O que pensa que esta fazendo?
Hércules: - Dionísio se é o que esta parecendo... Você que é um traidor segundo as escrituras mitológicas.
Dionísio: - O QUE? COMO OUSA?
Hércules olhando para o templo e de costa para os cavaleiros: - Cavaleiros! Vão adiante!

Hércules começa a descer a escadaria: - Sigam pela direita é mais seguro... E UM ALERTA! Não toquem jamais nas uvas daqui para frente.

Seiya insiste: - Mas Hércules!
Shiryu: - Mas Seiya você não ouviu o Hércules vamos em frente.

Eles
começam a correr e Seiya antes de perder Hércules de vista da uma olhada para trás.


Hércules continua a descer. Passando por uma mini-ponte sobre o vinho e entra no templo.
Templode Dionísio - Hoje http://www.mucheroni.hpg.ig.com.br/religiao/96/7igrejas/dionisio.jpg Nas paredes a diversos quadros com imagens do mundo, onde aparecem trabalhadores rurais colhendo uvas de vários tipos. As colunas possuem desenhos em sua estrutura de cachos de uva. No chão um imenso tapete cor vinho e ao centro um grande desenho de uma taça. Com vinho é óbvio!

Hércules continua a caminhar quando.

Dionísio sentado ao trono. Com uma armadura kamui onde o verde e detalhes amarelos sobressaem. Com grandes asas brancas, cabelo vermelho, em sua mão direita um báculo e em sua mão esquerda uma taça de vinho. E diz em tom sarcástico. http://img441.imageshack.us/my.php?image=83323463vc2.jpg

Dionísio: - HÉRCULES! Meu irmão traidor! Não permitiu que eu destruí-se os cavaleiros de Athena, para morrer no lugar deles. É isto?
Hércules se enfurece: - CALE-SE DIONÍSIO! Você é igual a mim! Nossas mães foram mortais humanos! (Aponta) COMO PODE PERMITIR A DESTRUÍÇÃO DE UM LUGAR QUE ELAS VIERAM? E NÓS TAMBÉM!
Dionísio fica sério: - O que esta dizendo?
Hércules: - Isto que acabara de escutar! Pelas suas palavras... Você quer lutar contra aquela que ama a vida e a humanidade! Você também carrega um sangue humano!
Dionísio se levanta: - Hércules! Não admito que fale assim desta maneira! Eu sou um deus!
Hércules: - Um deus diabólico que não ama nem suas origens!
Dionísio: - Amar! Este sentimento ridículo! Jamais senti em minha vida!
Hércules: - Não seja mentiroso! Você abençoava as aldeias que produziam vinho! As pessoas o adorava como deus do vinho e da alegria! O que houve agora?
Dionísio: - Hércules! Eu estou aqui para cumprir as ordens de meu pai. Inclusive é para levar sua cabeça para ele!
Hércules: - O que? Como você pode fazer isto? Esta a favor do fim da humanidade?
Dionísio: - Sim! Pois nós os deuses sempre os ajudamos e o que vemos? Destruição! Matança! Ganância! A humanidade não merece continuar a existir. Será destruída!
Hércules: - Eu e meus amigos cavaleiros vamos impedir isto!
Dionísio: - Seja como queira Hércules!

Dionísio o deus do vinho queima seu cosmo! E Hércules corresponde elevando o seu!

Dionísio fecha os olhos: - Hércules! Castigarei você por elevar este cosmo ameaçador contra mim... Eu mereço respeito por ser um deus!
Hércules: - O que? Você? Você jamais será digno de respeito com este desejo terrível de punição contra os inocentes humanos!
Dionísio: - Já que é assim!

O deus abre os olhos com uma expressão de verdadeiro ódio e num rápido movimento surge atrás de Hércules.

Hércules mais rápido ainda se vira: - IMAGINOU QUE ME ENGANARIA? DEUS MISERÁVEL!
Dionísio: - O QUE? MAS!

Hércules com toda sua força aplica um ataque veloz. Uma corrida com cotovelada no peitoral da armadura, na seqüência um soco no rosto de seu oponente, continuando com uma mortífera série de socos. A velocidade vai aumentando e aumentando. E finaliza com seu ataque!


{{{PELA FORÇA DOS DEUSES}}}


Vários FLASHS de luz atingem o deus que é lançado para a trás! Porém antes de cair no chão ele se recupera e cai de pé

Hércules se surpreende: - O que? Mas como?
Dionísio: - Sou um deus seu idiota! E você é apenas um humano! Que será transformado em cadáver! Prepare-se para sofrer! Seu maldito!
Hércules em pensamento: - Como isto é possível? Esforcei-me ao máximo na minha seqüência de golpes e Dionísio não sofreu nada.
O deus começa a andar. Dando umas risadinhas sarcásticas: - Hércules... Hércules... Você não tem saída... DEIXOU-ME FURIOSO!

Hércules é atingido do nada sem explicação! Seu corpo é lançado há uma pilastra. Danificando-a e caído duramente no chão. Dionísio dá uma gargalhada e seu oponente tenta se levantar vagarosamente!

Hércules: - Mas... Mas o que foi isto? Ele... Ele nem ao menos se moveu! Mas o que é isto?

Dionísio surge próximo a Hércules!

Dionísio: - Destruirei você! MALDITO!

O deus aplica um cruel soco no rosto de Hércules. E numa destruidora seqüência ele atinge todo o seu corpo. O amigo dos cavaleiros Athenenses é duramente castigado. Sendo lançado covardemente em uma parede e caindo em seguida no chão.

Dionísio caminha na direção de Hércules: - Hum! Hum! Hum! Hércules... Hércules... O forte e poderoso Hércules. Esta caído aos meus pés. (Ele pisa na cabeça de Hércules) Você não é de nada!


NAS PLANTAÇÕES


Os cavaleiros continuam caminhando.

Shiryu: - Agora estamos apenas nós novamente... Temos de ter a mesma coragem e união de sempre!
Shun: - Isto é verdade Shiryu! Como foram as palavras de Hércules. Athena nos confiou esta missão.
Seiya: - Sim amigos. Vamos acelerar nossos passos. VAMOS!

Todos correm.


NO TEMPLO DE DIONÍSIO


Dionísio continua a pisar a cabeça de Hércules que não reage.

Dionísio: - Já acabou Hércules? Como? Você também é filho de Zeus... Como pode ser tão fraco?

Continua a pisar.

A imagem vai se aproximando de Hércules. E pensa: - Não! A luta ainda não terminou. Não baixarei minha guarda para alguém que cultiva o mal. JAMAIS! POR ATHENA ELEVAREI O MEU COSMO!

O filho de Zeus se levanta usando sua poderosa força, lançado o deus para o alto. Dionísio grita se surpreendendo com a atitude de seu oponente. Mas se recupera abrindo suas asas e planando.

Dionísio: - Hércules seu tolo! Tentou me enganar?
Hércules: - Dionísio você quer mesmo lutar? Então não me resta alternativa!

Ele começa a queimar seu cosmo. Um brilho branco o envolve.

Dionísio pousa e fica com uma expressão de estar impressionado com a cosmo energia de seu oponente: - Mas que cosmo poderoso! Hércules o que vai fazer?
Hércules: - Dionísio o motivo que eu entrei nesta casa sozinho e deixei os cavaleiros de Athena ir em frente. É que eu imaginava encontrar outra pessoa...
Dionísio: - O que esta dizendo?
Hércules: - Você não se lembra não é? Mas tudo bem! Quem sabe depois deste golpe você se lembre!

Uma esfera de energia branca é formada nas mãos de Hércules. A energia é impressionante fazendo que fendas se abram no chão. Realmente Hércules é um guerreiro muito poderoso.

Dionísio: - Esta energia só aumenta! Mas isto é inacreditável ele é apenas um humano. Mas como?


DISTANTE DALI - TEMPLO DE ZEUS


O todo poderoso, senhor deus do Olimpo. Retorna de sua sala secreta. A qual para Hércules não é e senta em seu trono. Percebe algo.

Zeus coloca a mão no queixo: - Sinto um cosmo poderoso vindo do templo de Dionísio... (Surpreende-se) Hércules! (Fecha a mão direita e bate no trono e um estrondo como um trovão) Isto não é nada bom! E sinto o cosmo dos cavaleiros de Athena seguindo pelo Olimpo. Eles estão determinados a vir até aqui!

De repente uma cosmo energia poderosa e completamente diferente surge no templo. Diante do senhor do Olimpo.

Zeus: - O que? Quem ousa a entrar em meu TEMPLO?
(Uma voz mais que soberana e masculina): - ZEUS! CALE-SE!
Zeus fica furioso: - COMO É? (Um raio atinge o chão na fúria de Zeus) Ninguém me dá ordens! NINGUÉM!

Do cosmo um raio atinge o deus do Olimpo e ele bate no trono e e caindo fica de joelhos.

Zeus: - Mas o que?
(...): - Estaremos em breve frente a frente. Quando aquela que enviei ao Santuário de Athena cumprir sua missão. Mas estou impressionado que diante de meu poder que foi capaz de derrubá-lo você não me reconheça...
Zeus:- Você me atingiu. (Esta com a mão no peitoral de sua armadura e esta ofegante) Vou contra atacar.


{{{TEMPASTADE DEVASTADORA}}}


Uma impressionante seqüência de raios, poderosíssimos saem das mãos de Zeus e atinge a névoa de cosmo. Isto por um bom tempo.

Zeus: - Todos que se oporem a mim serão destruídos. ACABAREI COM VOCÊ!
(...): - Zeus! Não gaste sua energia!
Zeus: - O que?
(...): - Quando nos encontrarmos ai sim. Reconhecerá todo meu poder...
Zeus: - Quem é você? Responda-me!
(...): - Você não esta preparado para me enfrentar sozinho ZEUS. Você não é nada sem Athena!
Zeus: - O que? Isto é um insulto imperdoável! O que tem Athena?
(...): Você esta dando a vitória a mim Zeus! Lutar com você agora seria a máxima covardia. Mas não me importo. Porém quero uma luta desafiadora e interessante... Encontraremos-nos em breve!
Zeus: - Não desapareça sem me dizer quem eis!
(Uma risada que estremeceu todo o templo): - Sou
a primeira divindade a surgir no universo, portanto o mais velho dos deuses. E perante mim... Você sozinho não passa de uma formiga!

O cosmo desaparece.

"Zeus, esta completamente assustado. Como nunca se viu nesta SAGA"

Zeus: - CAOS! Então realmente ele quer lutar contra o Olimpo! Mas o que ele quis dizer sobre Athena? (Fecha o punho e um relâmpago surge) Tenho de destruir minha filha e devora-la. Seu cosmo unido ao meu é a minha chance contra o DEUSW PRIMORDIAL mais poderoso de todos... ATHENA! (Atinge o chão com o relâmpago) VOU DERROTÁ-LA!


RETORNANDO A BATALHA DE HÉRCULES CONTRA DIONÍSIO


Hércules concentra todo seu cosmo na esfera. Dionísio agora queima também o seu cosmo.

Hércules: - Dionísio! Arrepender-se-á de ter ficado em meu caminho!
Dionísio: - Mostre-me o que é capaz.

O guerreiro impõe a mão direita empurrando a energia.


{{{TITÃNICO DEVASTADOR*}}}


Titânico Devastador – É uma energia que é manifestada através dos braços de Hércules e concentrada em suas mãos. O poder de devastação é incrível! Abrindo uma fenda na trajetória até atingir o oponente.

É exatamente o que acontece!

Dionísio: - O que? (Impõe suas mãos para defender-se) Vou bloquear este ataque!

A energia é contida por Dionísio. Hércules de surpreende com a insistência do deus.

Hércules: - O que? Mas como?
Dionísio: - HÉRCULES! PRECISA MAIS DO QUE ISTO PARA ME DESTRUIR! VOCÊ NÃO PASSA DE UM HUMANO MISERÁVEL!
Hércules: - Não perderei!

Impondo sua mão direita ele aumenta a pressão. Destruindo o bloqueio de Dionísio.

Dionísio: - Mas o que esta havendo? AAH!

O deus é atingido e lançado a uma seqüência de quatro colunas e na quinta bate. E seu corpo escorrega, caindo de joelhos e depois deitando de bruços.

Hércules fica alegre: - Consegui derruba-lo! Isto é um bom sinal!

Dionísio começa a se mover. Queima um cosmo cor de vinho.

Dionísio: - Como? Como isto foi acontecer? Arg! (Tem um sangramento na boca) Cof! Cof! Você me atingiu! Não pouparei de humilhá-lo agora seu maldito!

Levanta-se e chega a dar uns passos para trás como se estive-se se desequilibrando!

Dionísio queimando seu como e ferido: - Hércules você me atingiu e estou furioso. QUEIMAREI O MEU COSMO E UTILIZAREI A MINHA TÉCNICA MAIS PODEROSA ONDE SUA ALMA E SEU CORPO. (A imagem de uma espécie de um “mar” de vinho com ondas e tudo. Surge atrás do deus) FICARAM SELADOS PARA SEMPRE!
Hércules com seus cabelos se agitando pelo vento formado por Dionísio: - Mas o que é aquilo? Não posso acreditar! Este vento lembra uma tempestade. (Uma imensa onda é formada) Uma onda?
Dionísio abre suas asas e voa: - Hércules este será o seu fim!
A imensa onda quebra sobre Hércules inundando todo o local. Depois de uns 10 seg. O guerreiro surge. Dionísio dá uma grande e diabólica gargalhada. E com tom irônico: - E ai Hércules? Esta refrescante o vinho?
Hércules esta assustado: - O que? Este... Este vinho esta deixando meu corpo pesado. (Inicia-se um afogamento) Não consigo me manter na superfície. Isto... Isto não pode estar acontecendo!
Dionísio: - Hércules! Sua incrível força não é nada se comparado a este vinho que deixará seu corpo pesado o bastante para se afogar. Mas você é persistente e deve demorar a sua morte. Vou apressar este processo antes que seus amigos terminem de atravessar minha área no Olimpo.

O deus do vinho queima mais uma vez seu cosmo.

Hércules: - Arg! O que ele vai fazer agora? Não posso ser derrotado!

Dionísio ergue seu báculo.


{{{TURBILHÃO DA MORTE}}}


Um imenso turbilhão é formado. O guerreiro não tem chance de se defender. Sendo dragado para o fundo. (Hércules: - Ah! O que é isto? DIONÍSIO!) Desaparece. Hércules é puxado em grande velocidade para o fundo.

E de repente tudo escuro. Hércules aparece caindo e colide com o solo. Que não se é visto, pois a escuridão é grande!

Hércules desperta e fica de pé: - Mas que lugar é este? Eu não... Não consigo ver nada!

A risada de Dionísio é ensurdecedora, fazendo o guerreiro tapar os ouvidos.

Dionísio: - HÉRCULES! SUA ALMA E SEU CORPO PERMANECERAM AQUI POR TODA ETERNIDADE!
Hércules: - DIONÍSIO VOCÊ É UM COVARDE! USOU UMA TÉCNICA ME TIRANDO DA LUTA FRENTE A FRENTE! (QUEIMA SEU COSMO) MAS ISTO NÃO IMPORTA! OUTRA DIMENSÃO NÃO SERÁ CAPAZ DE ME SEGURAR!
Dionísio: - Seu tolo e idiota! Esta delirando diante desta situação! NÃO SAIRÁ DAÍ! JAMAIS!
Hércules em tom irônico: - VOCÊ SE ESQUECEU DE UMA COISA DEUS FARÇANTE!
Dionísio: - O QUE?
Hércules: - SOU FILHO DE UM DEUS ASSIM COMO VOCÊ! HERDO SEU SANGUE E ALÉM DO MAIS EM
MEU COSMO FOI BANHADO PELO COSMO BONDOSO E JUSTICEIRO DE ATHENA!
Dionísio: - MAS COMO ISTO É IMPOSSÍVEL? VOCÊ NÃO PODE ESTAR FALANDO A VERDADE!
Hércules: - SIM! ESTOU!
Dionísio: - Não me importo. É impossível sair daí!
Hércules: - Será?

O filho de Zeus. Hércules concentra seu cosmo. Mas de repente a grande descarga elétrica lançada sobre Ártemis e Apollo reaparece. Ele esta com os olhos fechados elevando bravamente seu cosmo. A monstruosa descarga elétrica é formada e se propaga por todo o local.

Hércules: - DIONÍSIO! RECONHEA O VERDADEIRO PODER DE HÉRCULES!

Dionísio esta no templo! Seu báculo brilha. Ao que parece é ele que mantém Hércules em outra dimensão.

Dionísio: - O que? Este cosmo eu o já senti antes! Mas... (Os olhos expressão um ar de surpresa) Não pode ser verdade! Hércules eu...
Hércules: - Athena ao me banhar com seu cosmo me devolveu todo o meu poder. RECEBA SUA CONDENAÇÃO DIONÍSIO!


{{{TEMPESTADE DOS DEUSES}}}


Os raios se propagam por todo o local. Mas a dimensão não suporta e os raios surgem à frente de Dionísio.

Dionísio: - HÁ! MAS O QUE?

Os raios atingem o deus o lançando violentamente contra uma parede. E caindo em seguida no chão.

Hércules aparece caminhando, pois a dimensão foi destruída.

Dionísio começa a se mexer com grande dificuldade. Tentando se levantar sua armadura esta completamente destruída. Assim como ele próprio. Muito ferido. O poder de Hércules é devastador. Hércules observa.

Dionísio: - Hércules! Você um... Arg! Você um dia me salvou e eu cometi hoje um grande erro... (Lágrimas em seus olhos)

Hércules: - Então você se lembrou?

MEMÓRIAS DE HÉRCULES.

Aparece Hércules em um local montanhoso com bastantes rochas ao seu redor. Ele esta correndo bastante e devido a sua transpiração. Parece estar correndo há horas.

Hércules: - Eu... Arf! Arf! Tenho de chegar a tempo... Hera! Vingarei pelo que fez comigo!

De repente se é escutado um grito de um homem. Parece estar sofrendo!

Hércules: - O que?

Chegando a um local aberto. Lá estava uma mulher alta e linda. Com cabelos longos e vermelhos com um báculo na mão e pisava no peitoral da armadura de... Dionísio! http://www.flogao.com.br/alessandrozanardisg/foto/218/123937771

A mulher era...

Dionísio: - HERA! SUA MALDITA! NÃO ME VENCERÁ! VOU VINGAR A MORTE DE MINHA MÃE E POR TER ME FEITO ENLOUQUECER!

Hera: - Hum! Sou a esposa de ZEUS! E destruí sua mãe devido à traição e você é fruto de uma...
Hércules: - HERA!

Ela olha e Dionísio também.

Hera: - Mas o que nós temos aqui? (Retira o pé sobre Dionísio e anda na direção de Hércules incendiando seu cosmo) Mais um erro! Mais um que merece ser destruído pelo meu poderoso cosmo.
Hércules: - Ser destruído Hera? Hum! (Fecha os olhos) Tente fazer isto?

Dionísio sai correndo e se esconde atrás de umas rochas.

Dionísio assustado: - Se... Se não fosse o Hércules... Eu estaria morto!
Hera com ar de soberana superioridade, pois é a rainha do Olimpo: - Hércules por diversas vezes tentei mata-lo e não consegui. E você arruinou todos os meus templos. Derrotou todos os meus guerreiros. VOCÊ MERECE A MORTE!
Hércules: - Hoje nós lutaremos até o fim!
Hera: - Você não tem chances contra mim. Sou uma deusa e você um insignificante humano. Você diante de uma deusa. É como um verme!
Hércules: - Então este verme acabará com você!
Hera impõe seu báculo: - Seu insolente! VOU MOSTRAR-LHE MINHA FORÇA!

A imagem de um imenso pássaro surge atrás dela. Hércules não se intimida e queima seu cosmo.

Hera: - Você será lançado à morte Hércules.


{{{VENTOS MORTAIS}}}


Uma imensa ventania é formada.

Hércules tenta se proteger: - Mas o que é isto? (Começa a ser arrastado) Não conseguirei suportar!
Hera: - Não adianta lutar! Hoje é seu fim! MISERÁVEL!
Dionísio assustado nada faz para ajudar, somente observa. Protegido atrás de umas rochas: - Ela é muito poderosa! Hércules esta perdido.

Hercules grita desesperado é lançado. E se choca contra uma parede de pedras. Cai no chão e a ventania de cessa. Porém as rochas o soterram.

Hera dá uma diabólica gargalhada: - Acabou! O destruí para sempre!

De repente as rochas começam a ser energizadas.

Hera se surpreende: - Mas o que? Este cosmo parece ser de...

As rochas começaram a rachar devido a grande descarga elétrica. Impressionante!

Hera: - HÁ! MAS O QUE ESTÁ HAVENDO?

As rochas explodem e a cosmo energia de Hércules faz a rainha ser lançada ao chão.

De toda poeira, surge Hércules que vem caminhando: - Sua deusa ridícula e má! Eu sou filho de um deus. Logo em meu sangue corre o sangue e o cosmo de um deus!
Hera desesperada e ao mesmo tempo expressando raiva: - NÃO! ISTO É MENTIRÁ! NÃO PODE SER! ZEUS MEU SENHOR ME AJUDE! ZEUS!
Hércules: - Ele não a ajudará!
Hera: - O que esta dizendo?
Hércules: - Ele sabe de suas ambições e ganâncias. Reconhece também que meu desejo é destruí-la e acabar com toda sua maldade!
Hera: - Zeus seu miserável! Como foi capaz?
Hércules: - Você não é uma deusa? LUTE! FAÇA COMIGO AGORA O QUE NÃO PODE FAZER QUANDO EU ERA APENAS UM BEBÊ!
Hera se levanta e eleva se cosmo: - Será com apenas um golpe seu maldito!

Ela ergue sua mão e um raio vermelho vai à direção de Hércules. Que detêm com a mão direita.

Hera se surpreende: - O QUE?

Dionísio também fica admirado.

Hera: - Como um humano pode fazer isto?
Hércules: - Não importa isto a você!

VÁRIOS RAIOS CAEM DO CÉU EM VOLTA DE HÉRCULES! É INCRÍVEL! O GUERREIRO COMEÇA A CONCENTRÁ-LOS E EM SEGUIDA EXPLODE SEU COSMO E...


{{{TEMPESTADE DOS DEUSES}}}


Os raios partem para cima de Hera atingindo-a e a mesma grita muito. E em seguida é seu corpo se choca com o chão praticamente morta.

Mas seu cosmo fica no ar e uma jarra de barro com uma tampa cai do céu. A frente de Hércules. Ele vai até ela e se abaixa. A segura e abre a tampa. Neste momento o cosmo de Hera é completamente enviado para o interior do jarro.

Hércules: - Hera! Sua alma e seu terrível cosmo ficaram trancados nesta jarra para sempre. (Fecha os olhos) Entregarei ao meu pai e meu tornarei um deus.

Hércules após a batalha começa a andar e para próximo aos rochedos.

Hércules: - Dionísio pode sair. Já a derrotei!

Nada de DIONÍSIO responder. Ele vai até os rochedos e não mais o encontra.


A IMAGEM RETORNA AOS TEMPOS ATUAIS


Hércules: - Então foi isto! Além de derrotar Hera... Eu lhe salvei e o ajudei a vingar sua mãe! Mas você desapareceu!
Dionísio muito ferido: - Isto mesmo Hércules... Eu... Eu tomado pelo ódio em cumprir as ordens de Zeus me esqueci disto... (Chorando) Me perdoe! Realmente naquele dia você me salvou da morte.
Hércules: - Zeus sabe que lhe salvei de ser morto por Hera?
Dionísio: - Não! Este segredo eu escondi dele. Pois se ele soubesse disto. Na certa me mataria antes de me mandar para meu templo para lutar contra os cavaleiros de Athena.
Hércules: - Mas por que lutou comigo?
Dionísio: - Como lhe disse. Zeus me ordenou que para impedir o sucesso da jornada dos cavaleiros e que você estava com eles. (Fecha os olhos) Era para eu matá-lo! Arg! (Parece que Dionísio sente algo) Não pode ser!
Hércules: - O que houve? Não apliquei meu ataque com tanta força a ponto de matá-lo!
Dionísio: - É Zeus é o cosmo dele! Esta... Esta me punindo por não ter cumprido suas ordens! ARG!
Hércules: - Não pode ser! Mas como?

Um feixe de luz surge na parte superior do templo.

Zeus: - Dionísio seu maldito bastardo! Você me desobedeceu!
Hércules se levanta: - Zeus você esta louco! Ele é seu filho!
Zeus: - CALE-SE HÉRCULES! VOCÊ QUER MESMO ME ENFRENTAR NÃO É? O ESTAREI ESPERANDO EM
MEU TEMPLO! SE VOCÊ CONSEGUIR CHEGAR MESMO AQUI!
Hércules: - SIM MEU PAI. IREI AI LUTAR COM VOCÊ. PARA LHE MOSTRAR QUE UM HUMANO PODE SIM SUPERAR UM DEUS. QUANDO ESTE LUTA PELA JUSTIÇA.
Zeus: - ESTE MOMENTO CHEGARÁ! VOCÊ! ATHENA E SEUS CAVALEIROS PERECERAM!
Hércules: - É o que pensa meu pai! A paz triunfará e sua diabólica vontade será vencida!

Hércules olha para Dionísio. Porém é tarde! Já se encontra morto. O guerreiro caminha e se ajoelha.

Hércules: - Como Zeus é ruim! Tirou a vida de seu próprio filho por causa de suas ambições... Tenho de ir.

Hércules corre para a saída do TEMPLO e segue sua jornada.


DISTANTE DALI


Os demais cavaleiros estão chegando a uma espécie de vale. Há uma abertura no solo e se é possível ver as nuvens abaixo. Todos ficam impressionados.

Seiya: - Isto é impressionante! As nuvens estão lá em baixo!
Hyoga: - É mesmo! Mas esta abertura no chão! Ela nos dá dois caminhos diferentes. Por onde iremos? Shiryu: - Teremos de nos separar!
Ikki percebe algo ao ver as nuvens: - Vamos fazer o seguinte... Seiya e Shiryu irão pela direita... Hyoga e Shun! Pela esquerda!
Shun: - Mas Ikki e você?

O cavaleiro de Fênix queima seu cosmo e seu punho direito fica em chamas. Aplicando com soco no ar um raio de fogo cria uma linha sobre as nuvens.

Hyoga: - Mas isto é algo completamente diferente!
Shun: - Um caminho sobre as nuvens!
Seiya: - Não será melhor... Nós irmos todos juntos?
Ikki: - Não! Pois pode ser uma armadilha. Nas laterais podem haver inimigos e estou sentindo cosmos hostis em nossa frente.
Shiryu: - Mas Ikki... Eu não sinto nada!
Shun: - Nem minha corrente.

Ikki sai andando e começa a caminhar sobre as nuvens!

Shun: - Ikki espere!
Ikki: - Shun e todos vocês! Não poderemos perder tempo. Façam o que eu falei e não se arrependeram.
Seiya: - Tudo bem Ikki. Vamos amigos... Shiryu.

Pégasus e Dragão vão à direita. Já Andrômeda e Cisne no lado esquerdo do vale.


O que os aguarda?

O que Ikki sentiu?

Saberemos mais adiante.


Ainda não acabou!


SANTUÁRIO DE ATHENA – CASA DE LEÃO


Asmita começa a entrar e encontra tudo destruído.

Asmita: - Sinto um verdadeiro ar de destruição em massa. (Percebe algo) Não consigo sentir o cosmo do cavaleiro de leão... Será que?

Mais distante de Asmita aparece atrás de uma coluna à parte na perna toda destruída da armadura de leão. O cavaleiro tenta perceber o cosmo que identifique a presença de alguém. Ele continua a andar.

De repente ele para e vira a cabeça como olhasse para a sua esquerda e caminha cuidadosamente.

Asmita: - Acredito que tenha sentido algo. (E sentiu mesmo lá esta Aiolia de leão aparentemente morto) É um cavaleiro de ouro e esta muito fraco! Encontra-se a beira da morte. Mas foi possível sentir a poeira cósmica dourada. (Ajoelha-se e queima seu cosmo)
Aiolia abre os olhos e seu rosto demonstra toda sua situação e diz: - O... O que? Sh... Shaka!
Asmita: - Cavaleiro! Não se esforce. Tu estais bastante fraco. Não sou SHAKA e sim o cavaleiro de virgem da época passada. Para lhe ser mais exato... De 1743!
Aiolia: - As...
Asmita: - Sim! Asmita... Por favor, descanse!

O cavaleiro de Virgem queima seu cosmo e a energia dourada começa a cobrir Aiolia.


CASA DE LIBRA


Nix e os demais deuses estão frente a frente com DOHKO. Ele esta bastante sério queimando o seu cosmo.

Dohko: - Então você é uma deusa primordial... Qual o seu nome?
Nix: - Sou a deusa primordial que personifica a noite... NIX! E você só pode ser o velho guerreiro que Athena ordenou que vigia-se o selo que guardava as almas de Hades e seus 108 espéctros... DOHKO DE LIBRA!
Dohko: - Sim!
Nix: - Seu ridículo cosmo não me intimida. (Eleva o seu monstruoso cosmo) Vou mandá-lo ao inferno!
Dohko: - Eu acredito que não!
(Uma voz feminina o deus a direita de Nix): - Seu cavaleiro idiota. Vou fazê-lo engolir estas palavras!

Rasgando o manto e revelando uma kamui negra com grandes asas e alguns detalhas em azul, assim como seus cabelos. Possui um tridente como de Poseidon
: - Sou a deusa do esquecimento
Náiade Lete. Filha de Eris! http://www.flogao.com.br/alessandrozanardisg/foto/219/123955318
Dohko: - O que? Ela foi derrotada por Seiya!
Lete: - Sim! Mas a esta altura Zeus já deu cabo deles. Mas você Dohko pagará pelo que eles fizeram a minha mãe! (Olha para Nix) Senhora toda poderosa Nix. Eu acabarei com o cavaleiro de Libra! Podem ir a diante!

Dohko queima seu cosmo. É impressionante surgem atrás dele as imagens de um dragão e um tigre.

Dohko: - Utilizarei todas as minhas técnicas! Daqui nenhum de vocês passaram!

Escuta-se o rugido do tigre e o som do dragão!


Continua.


NO PÓXIMO CAPÍTULO DE OS CAVALEIROS DO ZODÍACO A SAGA DO OLIMPO!
A CASA DE LIBRA É O PALCO DE MAIS UM CONFRONTO NO SANTUÁRIO!
DOHKO ELEVARÁ O SEU COSMO AO MÁXIMO PARA IMPEDIR O AVANÇO DOS DEUSES!
LETE A FILHA DE ERIS QUER VINGANÇA!
VAMOS DOHKO! ELEVE SEU COSMO E ACABE COM ELA!


16º CAPÍTULO

O TIGRE E O DRAGÃO

Postar um comentário