sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

MITOLOGIA - HÉCATE - OIZUS


Hécata

Divindade filha dos titãs Perses e Astéria. Hécate, em grego, significa “a distante” (embora alguns atribuam a origem do nome a palavra egípcia Hekat que significaria "Todo o poder", já que supostamente Hécate teria originado-se em mitos do sudoeste asiático que fora assimilada para a religião greco-romana mais tarde) mas era conhecida como a mais próxima de nós, pois se acreditava que, nas noites de lua nova, ela aparecia com sua horrível matilha de cachorros fantasmas diante dos viajantes que por ali cruzavam. Ela enviava aos humanos os terrores nocturnos e aparições de fantasmas espectros. Também era considerada a deusa da magia e da noite, mas em suas vertentes mais terríveis e obscuras. Era associada a Ártemis, mas havia a diferença de que Ártemis representava a luz lunar e o esplendor da noite. Também era associada à deusa Perséfone , a rainha dos infernos, lugar onde Hécate vivia.

Dada a relação entre os feitiços e a obscuridade, os magos e bruxas da Antiga Grécia lhe faziam oferendas com cachorros e cordeiros negros no final de cada lua nova. Era representada com três corpos e três cabeças ou um corpo e três cabeças. Levava sobre a testa o crescente lunar (tiara chamada de pollos), uma ou duas tochas nas mãos e com serpentes enroladas no seu pescoço. Os romanos assimilaram Hécate a Trívia, deusa das encruzilhadas, embora a relação dada entre ambas não seja tão perfeita como em outros casos da mitologia. Os marinheiros consideravam-na sua deusa titular e pediam-lhe que lhes assegurasse boas travessias. Hécate era uma divinidade tripla: lunar, infernal e marinha.

Hécate se uniu primeiramente com Fórcis e foi mãe do monstro Cila e depois com Aestes, de quem gerou a feiticeira Circe. Em outros mitos, Cila era uma ninfa que foi transformada por Circe num monstro marinho. O cipreste estava associado a Hécate. Seus animais eram os cachorros, lobos e ovelhas negras. Suas três faces simbolizam a virgem, a mãe e a senhora. Ela transmite o poder de olhar para três direcções ao mesmo tempo. Esta deusa sugere que algo no passado está amarrando o presente e prejudicando planos futuros.

Com o fim do matriarcado na Grécia, Hécate se tornou a senhora dos ritos e da magia negra. As três faces passaram a simbolizar seu poder sobre o mundo subterrâneo, onde morava, ajudando à deusa Perséfone a julgar os mortos; a terra, onde rondava nas luas novas; o mar, onde tinha seus casos de amor. Esse tríplice poder de Hécate é comparável ao tríplice domínio sobre o mar, a terra e o céu.

Nos mitos, seu papel foi sempre secundário. Participou da Titanomaquia ao lado de Zeus, ajudou Deméter a procurar sua filha Perséfone quando esta foi raptada por Hades e combateu Hércules quando ele tentou enfrentar Cérbero, seu cão de companhia no mundo subterrâneo.

Outra definição

Hecate ou Hécate; é uma Deusa aparentada com Ártemis. Segundo Hesíodo é filha de Astéria (Deusa estrelar) e Perses o Deus da Destruição. Astéria também conhecida por Ortígia, é irmã de Leto a mãe de Apolo e Ártemis; (Astéria é filha dos Titãs Ceos e Febe / Perses é filho do Titã Creios e de Eruríbia; e Euríbia é filha de Pontos e Gaia). Nesta versão Hécate, descende da geração de Urano, Gaia e Pontos, a tornando uma Deusa do Céu da Terra e do Mar. Mas também aparesce como filha de Nyx, a Deusa da Noite escura, o que torna Hécate uma eterna deusa da noite. Já acreditaram que Hécate fora outrora uma das Erínias, pois seus simbolos, são identicos (Tochas, serpentes, sombras, etc). Também já a citatram como uma das Moiras, pois tanto Hécate, quanto sua filha Circe, podem intervir nos fios do Destino. Permanece bastante misteriosa, caracterizada mais pelas suas funções e os seus atributos do que pelas lendas em que intervém. É portanto independente das divindades do Olimpo. Zeus conservou seus antigos privilégios e aumentou-os inclusivamente.

Hécate espalha por todos os Homens a sua benevolência, concedendo as graças para quem lhe pedem. Dá, nomeadamente a prosperidade material, o dom da eloquência nas políticas, a vitória tanto nas batalhas, quanto nos jogos. Proporciona peixe abundante aos pescadores; faz prosperar ou definhar o gado conforme quer. Os seus privilégios estendem-se a todos os campos ao invés de se limitar a alguns como é, em geral com todas as divindades. Invoca-se também muito particularmente como "DEUSA QUE NUTRE" a juventude, em pé de igualdade com os gêmeos Ártemis e Apolo. É também uma Deusa protetora das crianças, e enfermeira e curandeira de jovens e mulheres.

São estas as caracteristicas de Hécate na época antiga. Pouco a puco, a deusa adquiriu uma especialização diversa. Foi considerada como Deusa que preside a magia e os feitiços. Está ligada ao mundo das sombras. Surge aos magos e às feiticeiras com um archote em cada mão, ou sob a forma de diversos animais : (Égua, Cadela. Lobas. etc). É a ela que se atribui a invenção da feitiçaria, e a lenda incorporou-a na família dos magos por excelencia, Circe, Eetes e Medéia. Com efeito, tradições tardias dizem que Circe é filha de Hécate e ora mãe, ora Tia de Medéia.

Medéia, se diz sacerdotiza de Hécate, e sempre está no altar da Deusa, em suas invocações. Hécate era uma divindade misteriosa, as vezes identificada com Ártemis (Deusa da Lua - explendor da noite de lua cheia; e as trevas e os seus horrores) as vezes com Perséfone (Hécate é a Deusa dos espéctros e fantasmas). É a deusa da bruxaria e do encantamento, e acreditava-se que Hécate vagava a noite pela terra, vista somente pelos cães, cujo o latido, idicavam a sua aproximação. Hécate, nestes passeios, estava sempre acompanhadapor seu séquito de Espéctros (entre eles Empusa ).

Como feiticeira, Hécate preside às encruzilhadas, que são lugares de eleição da magia. Aí se ergue a sua estátua, sob a forma de uma mulher de tres corpos, ou com tres cabeças. Estas estátuas eram muito abundantes nos campos da antiguidade e junto delas colocavam-se oferendas.

Hécate é também a Deusa dos caminhos, quem dava a humanidade, novos caminhos a serem seguidos. Deusa forte e poderosa por excelencia. Mãe também de Skylla ou Cila, como Fórcis, na qual Circe transformara em terrível monstro.

Hécate é a deusa conhecida como DEUSA TRÍPLICE, pois domina nos céus, na Terra e no mar, e no mundo dos mortos. (Era Rainha do Erebo, na ausencia de Perséfone). Junto de Perséfone e Demeter, é uma das Grande Deusas dos mistérios de Elêusis. Dizem que na versão Hesiódica, Hécate e o ressurgimento da Grande Febe.



OIZUS


Oizus é o filho de Nyxe o deus da miséria na Grécia.



Postar um comentário