sábado, 6 de setembro de 2008

Capítulo 20 - SUPERAÇÃO DE UM CAVALEIRO

Nix em pensamento: - Meu irmão Caos... Jamais imaginei que seria golpeada por um adversário... Ainda mais um humano... Esta luta será decidida. (Levanta-se) Por mim! (Olha para os deuses e diz) Sigam em frente! Este homem desafiou-me!

Aiolos queima seu cosmo seriamente!
Os deuses se retiram e seguem a caminho de CAPRICÓRNIO.
Nix eleva seu cosmo negro.
Seu rosto expressa todo o ódio.

Nix: - Jamais foi atingida por um adversário... Você não sairá daqui vivo!
Aiolos: - Não temo a você! Por Athena e meus amigos a derrotarei!


Nix parte para cima de Aiolos!
Aiolos faz o mesmo contra ela!

Aiolos tenta atingi-la com uma seqüência de socos!
As investidas formam feixes dourados surgem de seus punhos devido ao seu cosmo elevado!
Nix defende-se com seus braços e esquivas.

Aiolos furioso: - Foi capaz de derrubá-la! Farei isto novamente!
Nix: - Não seja tolo! Aquilo foi pura sorte! Livre-se disto agora!

Ela rapidamente faz um defesa com a mão direita e com a esquerda segura o pescoço do cavaleiro de Athena!

Aiolos é surpreendido: - O que?
Nix: - Cavaleiro! Sofrerá por ter tentado me humilhar!

Os olhos de Nix brilham!
Neste momento Aiolos começa a gritar!
Está sofrendo!
Incrível!
Feixes de energia surgem de seu corpo e saem pelas frestas da armadura.

Aiolos com expressão de muita dor: - ARG! Meu corpo parece estar queimando! Ah!
Nix: - Isto cavaleiro! Seu corpo já está sentindo o fervor do inferno que o aguarda!
Aiolos: - Ah! Isto... Isto eu não posso permitir! Estou aqui...
Nix: - CÁLE-SE!

Nix com toda a força arremessa o cavaleiro de ouro para o alto!
E mais!
Um feixe de energia branca o leva com muita velocidade!
Aiolos grita!
Colide com o teto!
A deusa cruel faz um movimento com a mão direita.
O cavaleiro Atheniense vem em grande velocidade para o solo e o feixe de energia agora o empurra pelo abdômen.
Nix dá um salto abrindo suas asas indo de encontro ao cavaleiro e aplica um covarde golpe em suas costas!
Aiolos grita devido à tamanha dor e bate agora no chão!
Com o rosto colado ao chão muito sangue aparece!

Nix fecha os olhos e pensa: - Daqui ele não mais escapa... Ninguém antes havia levado tamanha punição.

A imagem vai chegando bem próximo ao cavaleiro de Athena.
A tudo começa a ficar embaçado.

Agora vemos Aiolos e os demais cavaleiros de ouro, inclusive Shion chegarem a sala do mestre.



Pelo que parece isto ocorreu depois de Athena e os demais cavaleiros entraram no Olimpo.
Aiolos aproxima-se do irmão.

Aiolos: - Aiolia... Como aqueles cavaleiros conseguiram fazer tantos feitos quando estavam com as armaduras de bronze?
Aiolia para e vira-se para o irmão: - Por que da pergunta?



Aiolos: - Eles superaram a vocês os Cavaleiros de Ouro, os Guerreiros Deuses de Asgard, Poseidon e os Marinas e foram fundamentais nesta guerra contra Manon e seus anjos. Como eles foram capazes de tais coisas?
Aiolia: - Meu irmão... O que Seiya e os outros apesar de todas as dificuldades jamais pensaram... Foi em desistir e se darem por vencidos... Eles acreditaram na vitória e superar a tudo por Athena de tal maneira que foram capazes de produzir verdadeiros milagres durante as lutas em nome da justiça. (Segura os ombros do irmão) Lembre-se! Eles com as armaduras de bronze foram capazes disto. Contra inimigos poderosos!
Aiolos: - Então nós também seremos capazes de fazer o mesmo!

Voltando a realidade.

Aiolos continua caído e de bruços.
Nix a deusa primordial que personifica a noite começa a caminhar para a saída.
Mas é surpreendida pelo cosmo poderoso de Aiolos de Sagitário!

Nix vira-se: - O QUE?

O cavaleiro de ouro começa a levantar-se e incendiando seu cosmo mais e mais!

Nix: - Isto é impossível! Como consegue estar de pé depois de sofrer aos meus golpes?
Aiolos de pé e determinado: - Nix você pode me golpear com todos os seus forças... Seu cosmo explodirá quantas vezes você achar necessário e a todas eu irei superar!
Nix: - Isto é um absurdo!
Aiolos: - Não é absurdo! Nós humanos temos determinação! Amamos a justiça! E este sentimento o amor é que nos fazem derrotar os deuses!
Nix: - Sim! Já ouvi falar disto! Porém mesmo com toda sua vontade em defender esta humanidade... Tudo isto será em vão! É a vontade dos deuses... E nada pode superar a vontade dos deuses.
Aiolos: - Será que é mesmo!

O Cavaleiro de Sagitário da um salto e seu punho direito brilha.

{{{TROVÃO ATÔMICO}}}




Nix: - Não irá funcionar já vi este seu golpe... Acredita que uma deusa cairá na mesma técnica pela segunda vez.

Os feixes de luz surgem em várias direções!
Mas sua velocidade de formação é ainda maior!

Nix surpreende-se: - Mas não pode ser!

Ela é atingida inúmeras vezes!
Grita!
Sendo arrastada até colidir-se a uma pilastra!
Depois do impacto ela ajoelha-se!
Com os cabelos caídos sobre seu rosto a deusa está ofegante e surpresa.

Nix fala baixo: - Não pode ser! Jamais... Jamais isto aconteceu!
Aiolos em posição de combate e queimando seu cosmo diz em pensamento: - Athena... Aiolia... Amigos cavaleiros de ouro... Derrotarei esta ameaça!

Nix levanta-se e queima seu cosmo.
Sem dizer uma palavra ergue seu braço direito!
Com os olhos fechados o seu cosmo envolve toda sua armadura.
O solo começa a tremer!

Aiolos fica impressionado: - Mas que cosmo poderoso! Mas o que ela pretende?

O chão começa a rachar e as pilastras também!

Aiolos tem dificuldades de permanecer de pé devido o tremor: - Por algumas vezes senti este cosmo antes de você chegar aqui... Em seguida os cosmos de meus amigos desapareciam!
Nix: - Isto mesmo! Esta é a minha técnica suprema e indefensável até mesmo para os deuses Olímpicos...
Aiolos: - O que?
Nix: - Derrotei a Zeus numa batalha passada com esta técnica! Ele só não foi destruído porque eu anulei meu ataque. Meu objetivo era apenas assustá-lo!

Vemos as lembranças de Nix.

A luta é no Templo do senhor do Olimpo.
Zeus aplica com sua mãos direita vários raios com forte energia em Nix.


Porém a DEUSA PRIMORDIAL elevando seu cosmo fica de pé não expressando sentir dor.

Zeus: - Se arrependerá por invadir o Olimpo. Aqui não é seu lugar! Saia ou será destruída!
Nix: - Jamais! Um dia seus domínios serão extintos! Você é fraco!
Zeus: - Como ousa?
Nix: - Sem o poder de Athena você não é nada perante mim!

A deusa ergueu a mão direita e uma massa de energia foi formada!
A técnica de Zeus foi anulada!
Ele foi atingido e lançado com muita força contra a parede.
Caindo e ficando encostado na mesma.
Nix aproxima-se e olha para ele: - Eu surgi do vazio! Então existo desde antes do início de tudo! Logo após meu irmão Caos aparecer. Nenhum lugar que exista me detêm!

Ela caminha deixando ao senhor do Olimpo derrotado ao chão.

Aiolos expressa receio: - O que? Derrotou a Zeus? Mas Athena...
Nix: - A única forma de Zeus lutar contra mim e meu irmão é unindo-se ao cosmo de Athena para lutar de igual para igual. Athena é muito poderosa mais que ela possa imaginar... Porém ela desperdiça seu cosmo com vocês. Vermes humanos. Com isto acaba enfraquecendo-se! E com isto será extinta junto com a humanidade!
Aiolos: - Athena defende o que é correto. (Aponta) Você deusa é diabólica!
Nix com seus olhos expressando toda fúria: - SEU IDIOTA! ATHENA ESTÁ NO OLIMPO! ELA ABANDONOU TODOS OS HUMANOS! ! ELA SABE QUE É O FIM DE TUDO E O SEU FIM CAVALEIRO SERÁ AGORA!
Aiolos: - Isto é mentirá! Athena jamais faria isto!
Nix: - Vamos ver se ela o salvará do momento da morte!
Aiolos: - Mesmo que eu morra... Isto ocorrerá por Athena e pela justiça! Eu jurei lealdade a Deusa Athena e é por este motivo que estou lutando com você!
Nix: - CAVALEIRO! VERÁS AGORA COMO ATHENA ABANDONOU A HUMANIDADE!
Aiolos: - Eu confio em Athena... Nossa deusa jamais nos abandonaria... Eu mesmo a segurei quando seu corpo ainda era de um bebê.

O cavaleiro fecha os olhos e recorda-se ao carregar o bebê Athena nos braços.
Créditos: Alessandro Ferreira
Esta lembrança fez Aiolos emocionar-se.
Uma lágrima escorre de seu olho direito.
E a minúscula gota...
Atinge sua armadura.

De repente!
AS ASAS DA ARMADURA DE OURO DE SAGITÁRIO começaram a brilhar!
O cavaleiro não percebe o que acontecera.

Nix: -


{{{DESTRUIÇÃO DE TODA MATÉRIA}}}



Surge da mão direita de Nix uma poderosa energia a qual começa a devastar o local.
O chão estremece!
As colunas e teto começaram a desabar!

Aiolos determinado: - Isto é horrível! Mas em nome de Athena eu não me darei por vencido!

Inacreditável!
As asas da armadura abriram-se.

(Como o Anjo do filme X MEN 3 – Na cena em que o pai dele tentava cura-lo*)
*É a cena em que uma espécie de médica com jaleco branco vem com a seringa e o herói se solta. E abre as asas. Desta maneira que Aiolos ficou nesta cena da saga.

Aiolos surpreende-se com a reação de sua armadura!
Isto tudo ocorrem em milésimos de segundos!

Aiolos: - Minha armadura!

As asas fecharam-se criando uma espécie de barreira protegendo ao cavaleiro.

Aiolos: - A armadura está me protegendo do ataque de Nix!

A força energética da DEUSA PRIMORDIAL continua a devastar e atinge a armadura!
Incrível!
O mesmo ataque que derrotaram os cavaleiros de ouro e até mesmo a Zeus.
Choca-se com as asas da armadura.

Aiolos sente a pressão: - ARG! PRECISO FAZER ALGO! MESMO COM A ARMADURA ME PROTEGENDO POSSO SENTIR ESTA ENERGIA! AH!

A Casa de Sagitário também tem seu lado externo muito avariado!
As paredes começaram a desmoronar!
A força de Nix é mesmo devastadora.



CASA DE LEÃO

Aiolia levanta-se e parece estar melhor!
Esta trajando aquela roupa de soldado simples do Santuário e o que seria as botas da armadura de ouro foi à parte que sobrou.

Aiolia: - NÃO PODE SER ELA ESTÁ USANDO A SUA TÉCNICA MAIS PODEROSA CONTRA MEU IRMÃO! PRECISO FAZER ALGO!
Asmita: - Detenha-se leão dourado!
Aiolia: - NÃO POSSO FICAR AQUI PARADO!
Asmita: - O desespero não trás a solução e sim a destruição! Confie em seu irmão... Sinta o cosmo que o acompanha.
Aiolia: - ...

O cavaleiro de ouro de Leão se acalma e observa a casa de sagitário.

Aiolia em voz baixa: - O que? Este é o cosmo de...


RETORNANDO A CASA DE SAGITÁRIO

Nix continua a devastar a tudo.

Aiolos eleva seu cosmo, mas começa a ter dificuldades: - Arg! Não estou conseguindo suportar é um a força muito superiora! Mesmo com minha armadura me protegendo não estou agüentando mais! Ah!
Nix: - Esta tudo acabado! A esta altura o cavaleiro de ouro... (Percebe algo) O QUE? O que é este cosmo?
Aiolos também sente: - Mas o que? Eu estou sentindo um cosmo poderoso e está me envolvendo e me fortalecendo... Mas...
Nix: - Tudo foi devastado acabei com meu oponente e agora o que é este cosmo que me perturba? De onde ele vem?

Detêm sua técnica e surpreende-se com a forma como estava a armadura de sagitário emanando um grande e poderoso cosmo.

Nix: - O QUE? MAS NÃO POSSO ACREDITAR NO QUE VEJO!

Aiolos ainda envolvido pelas asas: - O que? Ela deteve seu ataque! Mas este cosmo está me dando mais energia... Este cosmo só pode ser...
O cosmo de Athena: - Isto mesmo Aiolos sou eu... Athena!

Aiolos: - Athena! Mas...
Athena: - Você Aiolos me protegeu com seu corpo humano de todas investidas do mal e entregou ao senhor Mitsumasa Kido o qual cuidou de mim até sua morte e contribuiu para que Seiya e os outros hoje estivessem em nosso lado... Aiolos eu cometi falha ao deixar vocês sozinhos contra os deuses, mas estou fraca...

Aiolos: - Mas Athena por que o fez?
Athena: - Em forma de agradecimento... Mas não estou podendo ajudar muito... Mas contribui para que Nix não o derrota-se.
Nix: - ATHENA! É você que ousou interferir na minha luta contra seu cavaleiro?

A asas abriram-se!
A casa de sagitário está completamente em ruínas!

Aiolos queimando seu cosmo: - Foi a deusa Athena sim! E você Nix será vencida por um cavaleiro de ouroque jorou lealdade a DEUSA ATHENA!

Nix: - Seu louco! Acredita que suportará meu poder sem ajuda de Athena?
Aiolos: - Estou determinado a queimar o meu cosmo e faze-lo explodir a ponto de mostrar-lhe com quem está lutando!
Nix ergue novamente sua mão direita: - Se arrependerá de tais palavras!
Aiolos: - Jamais!

Com o cosmo muito elevado!

Aiolos: - POR ATHENA!

Seus punhos brilham e rapidamente aplica uma técnica. (Sua postura de ataque lembra o asas de fênix)


{{{DESTRUIÇÃO INFINITA*}}}

*Golpe em que Aiolos usa de seu cosmo para criar varios feixes de luz que atravessam o adversário como se fossem flechas de luz que ultrapassam os 1.000.000 °C.


Nix é surpreendida e antes de conseguir usar a sua técnica.
O golpe de Aiolos a atinge!
A deusa grita!
E várias partes de seu corpo e de sua armadura são atingidos simultaneamente!
Que ataque devastador!
A deusa e massacrada pela técnica de Aiolos por muito tempo.
Aiolos continua na postura de sua técnica e furioso eleva mais e mais seu cosmo.
Mas por mais uns instantes... Ele detém a técnica!
Nix cai ao chão completamente ferida.
Está a uma boa distância de Aiolos.

A deusa se mexe com dificuldades.

Aiolos: - O que a faz ser tão cruel a ponto de querer o fim dos inocentes humanos?
Nix levanta-se e sua poderosa armadura apresenta rachaduras: - Os humanos não respeitam os deuses... Os humanos fazem o que querem e reverenciam a fraca Athena. A DEUSA que você tanto protegem não merece tanta reverencia.

Coloca a mão nos lábios e enxerga sua mão banhada em sangue.
Nix começa dar pequenas risadas sarcásticas e sua expressão é diabólica.
Aiolos continua a elevar seu cosmo!
Está determinado e atento!


Nix: - Cavaleiro! Está sua técnica ainda não me venceu... Muito pelo contrário me deixou... FURIOSA!

Aiolos: - O que, mas que cosmo terrível.

Imensas unhas afiadas surgem.
Nix está sangrando bastante!

Nix: - O derrotarei! Mesmo que me ataque novamente não será capaz de me destruir... Sou uma deusa e o meu cosmo o extinguirá! (Dá uma diabólica risada)
Aiolos queimando seu cosmo faz surgir o arco e a flecha da justiça: - O mal jamais prevalecerá sobre a justiça! Em nome de Athena e da paz na humanidade... Não permitirei que continue a existir!





Nix: - Isto é o que veremos!

Nix corre e suas afiadas unhas brilham e a mesma vem movendo os braços para vários lados atingindo as ruínas e o pouco que ficou de pé na casa de sagitário.

Nix: -

{{{DEVASTAÇÃO MÁXIMA*}}}
* As imensas e poderosas unhas de Nix. Vão devastando tudo no decorrer de sua trajetória. Este ataque tem como objetivo. Dilacerar por completo o inimigo.

Aiolos: - Que a justiça vença a todo o mal.




O cavaleiro dispara a flecha!
Ela vai brilhante!
Nix vem em fúria e velocidade!
É atingida no peito!
A flecha transpassa pela armadura de Nix!
A deusa dá um forte grito!

Nix: - ARG! O que? EU SOU UMA DEUSA PRIMORDIAL COMO POSSO ESTAR SENDO DERROTADA POR UM HUMANO?

Mais à cima diante da CASA DE CAPRICÓRNIO os seguidores de Nix. Param e observam!

No local que foi atingida está marcado por uma poeira cósmica dourada.
Quando ela olha para o cavaleiro de ouro ainda queimando seu cosmo!
Ela enxerga o cosmo de Athena unido ao do cavaleiro.
Athena está com sua armadura e segurando seu báculo.


Nix começa a sorrir sarcasticamente: - Athena! VOCÊ AJUDOU SEU CAVALEIRO A ME DERROTAR! NÃO PERCEBE QUE O FIM ESTÁ PRÓXIMO!
Athena: - Nix! Jamais eu e meus cavaleiros desistiremos de lutar! Enquanto o mal insistir em permanecer... Nós estaremos unidos para combater. Mesmo estando fraca! O amor que sinto pelos inocentes humanos foi capaz de me dar forças para ajudar meu cavaleiro nesta difícil batalha.
Nix: - ATHENA! ALÉM DE MIM E CAOS... EXISTEM MAIS SETE DEUSES PRIMORDIAIS! VOCÊ SERÁ DESTRUÍDA PELOS DEUSES! MEU IRMÃO CAOS VIRÁ PARA DAR FIM AO QUE UM DIA ELE FEZ SURGIR.
Nix olha para Aiolos: - Cavaleiro... Você provocou a ira de meu irmão todo poderoso...

A deusa encurva a cabeça para o chão!
Dá um suspiro profundo!
Cai!
Seu corpo se esfacela!
Só ficando a sua armadura!
Aiolos impressionado: - Que forma estranha de morrer!

Agora sua armadura começa a desintegrar!

Aiolos caminha e se ajoelha e segura no peitoral da armadura de Nix e a mesma desmancha em suas mãos: - Inacreditável! Pelo que parece ela que dava vida a armadura...

Aiolos levanta-se e olha na direção da CASA DE CAPRICÓRNIO!
Aiolos: - Shura... Só restaram apenas três deuses...
Aiolos senti-se mal e se apóia no arco e de cabeça baixa pois seu corpo está bastante ferido pois sofreu bastante neste confronto: - Athena... Minha deusa! Obrigado por me dar força para lutar!


CASA DE LEÃO



Aiolia e Asmita observam e já é noite no Santuário!

Aiolia: - Athena!
Asmita: - Jamais Athena nos abandonou... Mesmo em momentos difíceis para nossa deusa.
Aiolia: - Aiolos derrotou a deusa... O perigo passou!
Asmita: - Não meu amigo!
Aiolia vira-se: - O que?
Asmita: - Além de Nix e seu irmão Caos existem mais sete DEUSES PRIMORDIAIS... (Fica em silêncio por uns instantes) Eles vão atacar nosso mundo por revolta da morte de Nix...
Aiolos: - Mas como defenderemos nossa humanidade? Se Nix foi capaz de fazer o que fez...
Asmita: - Com a mesma determinação que temos hoje. Os cavaleiros de ouro precisam estar juntos para lutar contra os deuses primordiais.

O céu noturno de repente começa a ficar estranho e sem nenhuma estrela!
Um forte tremor acorre!

Os cavaleiros de ouro: Shura, Camus, Afrodite, Shion, Kanon e os demais sentem os terríveis acontecimentos e ficam assustados.
No vilarejo em que Marin, Shina, os cavaleiros de bronze e cavaleiros de aço ficam temerosos também!
Vulcões surgem em todo o Planeta!

Ondas gigantescas atingem diversas cidades!


Há bilhares de mortos e desabrigados!
A humanidade está um tremendo Caos!

Asmita: - Isto é a revolta dos deuses primordiais! Eles são responsáveis por tudo!
Aiolia: - Não podemos ficar parados!

Esta situação prolonga-se por mais uns minutos!

De repente tudo volta ao normal!


SALÃO DO MESTRE

Shion: - Isto foi uma pequena demonstração dos deuses primordiais...
Kanon: - É um cosmo muito superior ao nosso... Quem são eles mestre?
Shion: - Tudo! A TERRA, DIA, INFERNO, O CÉU SUPERIO – O ESPAÇO, CÉU CELESTE, O MAR E A ESCURIDÃO... Isto é o que representa os sete deuses primordiais... E o oitavo deus...
Kanon: - Caos a que surgiu do vazio do universo...
Shion: - Irmão de Nix! (Dá uns passos à frente e queima seu cosmo) SHURA! CAMUS! AFRODITE!
Os três respondem o cosmo do mestre: - SIM!
Shion: - Restaram apenas três deuses invasores... Derrote-os e preparem-se para o que há por vir!
Camus: - O que foram estes cosmos que abalaram todo o Santuário?

Shion: - Não somente o Santuário! Porém tudo que existe!
Afrodite: - Como assim?
Créditos: Alessandro Ferreira

Shura
: - Aquele cosmo superior foi extinto na casa de Sagitário e senti o cosmo de nossa deusa Athena lá!
Shion: - Sim... Athena uniu-se com Aiolos e derrotou a deusa primordial Nix. Mas existem além de Caos seu irmão, mais sete deuses e eles virão! Preparem-se, pois esta guerra está longe de acabar!


Névoas surgem do vazio no salão do mestre!

Shion
: - O que?
Kanon: - Mas o que significa esta névoa?

A névoa já ocupa de forma rápida tudo o local e encobre os pés dos cavaleiros.

Kanon: - Sinto um cosmo muito poderoso vindo desta névoa...
Shion: - Kanon... Não imaginava que seria tão rápido assim...
Kanon: - O que quer dizer com isto?

A névoa se une e envolve alguém na forma de um vulto em seu interior.

Kanon não se intimida e eleva seu cosmo: - QUEM OUSA INVADIR O SANTUÁRIO DE ATHENA?
Shion: - Nosso inimigo chegou! E pelo cosmo é um dos sete DEUSES PRIMORDIAIS!
Kanon: - VAMOS RESPONDA! SE FOR MESMO UM DEUS APRESENTE-SE!
Uma voz suprema masculina através da névoa: - CAVALEIROS DE ATHENA... SOFRERAM AS CONSEQUÊNCIAS PELO QUE FIZERAM A NIX! O DESRESPEITO COM OS DEUSES CHEGARAM AO FIM! RECEBERÃO O CASTIGO PELOS SEUS CRIMES!
Kanon: - É mesmo? Vamos ver quem estará derrotado quando este confronto terminar.
A voz: - Verme humano! Você é desprezível. Levarei sua alma para as trevas!

Da névoa um raio de cor rocha e brilhante atinge o cavaleiro de ouro de gêmeos!
Kanon grita ao ser atingido e se choca com o chão!
Seu corpo é arrastado e com isto abrindo uma fenda na chão!

Shion corre para ajudar o amigo: - KANON! KANON! VOCÊ ESTÁ BEM? (O segura)
Kanon sentindo dores: - Arg! Mas que ataque poderoso!
A voz: - Destruirei a ambos!


CASA DE CAPRICÓRNIO

Os deuses com seus mantos estão diante da casa de capricórnio.

Um deles com voz masculina: - Os cavaleiros de Athena pagaram pelo que fizeram com nossa Deusa!
Uma de voz feminina: - Sinto mais a frente um cosmo de um deus primordial chegando ao Santuário! Os cavaleiros de Athena não terão a menor chance contra a ira dos deuses!
A outra de voz feminina: - A justiça divina prevalecerá contra os pecadores humanos... Vamos acabar com este cavaleiro de ouro que está nesta casa!

Quando eles se viram para a ultima escadaria de acesso a CASA DE ESCORPIÃO.
Depararam com Shura de Capricórnio queimando seu cosmo.

Shura em tom sarcástico: - Hum! Mas como são mau educados estes invasores... Acreditam que podem ir entrando sem permissão na CASA DE CAPRICÓRNIO!
O de voz feminina: - Ora! Não pode contra nós três ao mesmo tempo!
Shura: - Tentem passar por cima de mim!
Outra deusa: - Eu mesma acabarei com você!

Parte para cima!

Os demais: - NÓS TAMBÉM!

Elevando seus cosmos seguem juntos formando um único ataque!
Mas o cavaleiro de ouro não se detém e arma seu ataque!

Shura: - Invasores hostis! Receberam a técnica do CAVALEIRO DE OURO DE CAPRICÓRNIO!

{{{ESCALIBUR}}}




OLIMPO TEMPLO DE ATHENA

Athena está sentada em seu trono com a cabeça baixa.
Agora ela a ergue e está com os olhos fechados!

Athena em pensamento
: - Preciso encontrar forças... Mesmo com todos os cavaleiros de ouro esta GUERRA até o presente momento desgastou todo o meu cosmo... Mesmo tentando elevá-lo estou fraca para fazê-lo! O que será se um de meus cavaleiros precisarem de mim como foi o caso do Aiolos... (Abre os olhos) Meu pai... Por que insiste em suas ambições?

Athena demonstra fraqueza e incerteza diante do conflito.

De repente Athena começa a ouvir risadas sarcásticas em tom feminino.
Athena não diz uma palavra e olha para todos os lados!
Agora é uma ensurdecedora gargalhada!
Athena tampa os ouvidos!

Athena: - Ah! Mas de onde vem esta gargalhada! Arg! Não estou agüentando...

A gargalhada é contida!
A deusa da justiça humana está com os olhos fechados!
Quando de repente...
Uma forte luz a sua frente.
Athena tenta enxergar...
Daí que surge uma mulher com imensa beleza!
Imensas asas brancas!
Cabelos negros!
E pele morena clara.

Athena: - Quem é você!

Ela sorri com sensualidade e sarcasmo!



TEMPLO DE ZEUS

O senhor todo poderoso olímpico levanta de seu trono!
Parece atordoado!
Cruza os braços e coloca a mão direita no queixo.

ZEUS: - Um cosmo invadiu o Olimpo... (Olhar de espanto) É um deus primordial e está no TEMPLO DE ATHENA... O que farei? Não posso permitir que derrote Athena... Tenho de tomar uma atitude senão tudo estará perdido...


OS CAVALEIROS SEGUEM PARA O PRÓXIMO TEMPLO!

Seiya e seus amigos correm rumo ao próximo templo!

Hyoga: - Estamos correndo faz tempo!
Ikki: - A esta altura já deveríamos estar em um novo templo... Isto é muito estranho!
Shiryu: - Muito estranho mesmo...
Shun: - Será que pegamos um caminho errado?
Seiya: - Amigos! Vamos parar de falar e nos preocupar em correr!


DE REPENTE TODOS SÃO SURPREENDIDOS TUDO AO REDOR DELES DESAPARECE

Seiya: - O que está acontecendo?
Shun: - Tudo desapareceu não enxergo nada e nem vocês!
Hyoga: - Seja lá o que for não sinto o cosmo inimigo!
Ikki: - É mesmo!
Shiryu: - Seja quem for que está fazendo isto se apresente!

De repente!
Labaredas de fogo imensas são formadas ao redor dos cavaleiros Athenienses!

Shun: - Isto é terrível estamos presos!
Shiryu: - É uma armadilha covarde de nosso oponente!
Hyoga: - Arg! Apareça e lute contra nós frente a frente!
Ikki: - Ah! Este fogo vai acabar com nós se não pensarmos em algo!
Seiya: - Arg! Estou sendo queimando vivo! Arg!

O fogo consome os cavaleiros!

Escutamos seus gritos desesperados!
Por uns segundos!
Não os escutamos mais...

Tudo volta ao normal.
Os cavaleiros estão ao chão!

Shiryu começa a abrir seus olhos e se levanta.
Hyoga, Ikki e Shun começam a despertar!
Não vemos Seiya de Pegasus e estavam perto de mais um TEMPLO.



Shiryu: - O que foi aquilo?
Hyoga com os olhos fechados e coçando a cabeça: - Não sei! É estranho não sinto nada!
Shun olha para os lados: - Seiya! Onde está o Seiya?
Ikki levanta-se e aponta: - O Seiya deve estar naquele templo... Como sempre quer resolver tudo sozinho!
Shiryu: - Ah Seiya... Você não tem jeito... Vamos pessoal! Seja lá o que foi aquilo que aconteceu... Eu estou bem e vocês?
Hyoga: - Tudo tranqüilo comigo!
Shun: - Também!

Ikki concorda gesticulando com a cabeça.
Eles correm para o templo.

Vamos agora a mão de alguém que está deitado no chão.
É Seiya!
Ele abre vagarosamente os olhos.

Seiya: - O que houve?

Tenta levantar-se ficando de joelhos.
Com a mão direita no chão e a esquerda no joelho esquerdo.
O cavaleiro de Pegasus está em outro lugar!
Para nós e para ele é familiar.
É noite e existem rochas por todos os lados.

Seiya fica de pé e está confuso: - Que lugar é este não sinto o cosmo de meus amigos!

Começa a andar e ao passar por dois conjunto de rochas ele encontra um lugar o qual ele já esteve...

Seiya está assustado: - O QUE? EU... EU RETORNEI PARA GIUDECCA?

O Palácio do senhor do Mundo dos Mortos estava todo reconstruído. Incrível!

Seiya estava impressionado: - Como vim parar aqui? (Lembra-se do fogo envolvendo seus amigos e ele) Eu e meus amigos corríamos e... Mas onde eles estão? (Acalma-se ao olhar para o Palácio) Eles devem ter ido para lá! Como foram capazes de irem sem me espererem!


Começa a caminhar vagarosamente em direção ao Palácio quando para.

Seiya percebe algo: - O que? Eu sinto um cosmo ameaçador aqui!

De repente correntes negras surgem vindo do interior do Palácio!

Seiya: - Ah! Mas o que significa isto?

O cavaleiro de Pegasus da um salto para trás esquivando-se!
Elas encravam no chão!
São quatro correntes!

Uma risada sarcástica feminina se é ouvida!

Seiya determinado: - Quem está ai? Mostre sua face antes que mande meus meteoros em você!
Uma voz feminina bem sensual: - O que? Você seria capaz de fazer isto comigo.

Surge uma sensual mulher na saída do Palácio de Giudecca.

Ela possuía cabelos longos e negros.
Sua armadura era rocha com pequenos detalhes em ouro.
Segurava um báculo em que mais lembrava uma lança em chama vermelha.
Sua capa era vermelha e bem escura.
As correntes negras vinham de trás da mesma!

Ela: - Fez boa viagem? Seiya de Pégasus...
Seiya: - O que? Como você sabe meu nome? Quem é você?
Ela: - Sou MACÁRIA A DEUSA DA BOA MORTE... FILHA DE HADES!
Seiya: - Não é possível a filha de Hades!
Macária: - E seja bem vindo ao Palácio da Rainha do Mundo dos Mortos... Minha mãe a senhora Perséfone!


Continua!
Próximo CAPÍTULO!
21 - A VINGANÇA DOS DEUSES - 1ª PARTE


Postar um comentário