sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

CAPÍTULO 25: A DEUSA DOS OCEANOS

Os cavaleiros de Athena estão diante de um TEMPLO completamente diferente dos demais vistos no Olimpo


Mas ao redor do mesmo ha um oceano.

Um caminho segue com água em ambos os lados até uma ponte.

Água é tão limpa que é possível enxergar os seres marinhos e toda a belesa existente no mundo submarino.


Shun: - Isto é inacreditável o... O mar está aqui!

Hyoga: - É impressionante! Mas quem se encontra lá?

Seiya: - Ele não pode estar vivo... Eu o derrotei!

Hyoga: - Você esta se referindo ao filho de Poseidon? ORION?

Seiya: - Sim! Ele mesmo! Ele foi um oponente muito dificil. Foi capaz de derrotar o Hércules... E acredito que se eu não o tivesse ajudado... O Hércules estaria morto.


Neste momento uma poderosa cosmo energia envolve todo o templo e as águas começam a ficar agitadas.

Como este exemplo!


E o mesmo ocorre com as CORRENTES DE ANDRÔMEDA!


Shun: - O que? Aquele cosmo terrível que vem daquele TEMPLO está fazendo minhas correntes ficarem assim! É o nosso inimigo!

Seiya: - Esse cosmo é muito poderoso... Inclusive é muito semelhante ao de Orion!

Hyoga: - Não posso acreditar que ele esteja vivo...

Seiya: - Vamos saber disso agora! VAMOS!

Começam a correr!


Seiya: - Zeus deve tê-lo ajudado... Temos que passar por aqui para chegarmos ao TEMPLO do DEUS dos DEUSES! E com isto! Athena poderá por fim a esta guerra.


As águas agitadas chocam-se contra a ponte!

Como este exemplo!


O poderoso cosmo está ficando cada vez mais forte.

De onde eles estavam é possível enxergar a entrada.


Shun: - VEJAM! ESTA PONTE NOS LEVARÁ DIRETO PARA ENTRADA DO TEMPLO!

Hyoga: - TEMOS DE TOMAR CUIDADO! POIS ESTAS ONDAS ESTÃO MUITO FORTES!

Eles correm com as mãos para trás como vimos no: 1º capítulo dos ELÍSEOS.

Entraram no TEMPLO e continuam correndo.

E se deparam com uma das construções mais belas do olimpo.

Nas laterais duas grandes piscinas!

As colunas de sustentação pareciam feitas de corais.

A uma distância de uns 100 metros!

Duas estátuas imensas de golfinhos.

As águas saem da boca dos mesmos!

Para enxerem as piscinas!

E ao centro uma escadaria de uns 30 degraus leva a um trono e lá a responsável por este poderoso cosmo.

Os cavaleiros chegam à metade do templo mais próximo ao trono.

E se impressionam com o que vêem.

Lá estava de pé a frente do trono.

Uma estranha e poderosa mulher.

Ela possui uma armadura completamente diferente, na sua mão esquerda havia uma espécie de criatura marinha.

Na mão direita uma lança e próximo outra criatura marinha bizarra.

Sua pela era azulada, assim como a cor do oceano.

Seus cabelos eram longos e também azuis.

E seu olhar era de pura ira!


Seiya: - Mas o que é aquilo?

Shun: - É dela todo este terrível cosmo!

Hyoga: - Quem é você?

A mulher um olhar tenebroso: - Olá cavaleiros de Athena! Eu vou me apresentar antes esmagá-los criaturas insignificantes...


Eles demonstram apreensão.


Ela continua: - Sou Anfitrite... Esposa de Poseidon!

Crédito da foto: Alessandro Ferreira


Eles: - O QUE?

Anfitrite: - Estou aqui por ordens de Zeus. (Faz um movimento com a mão esquerda) E para vingar a morte de meu filho!


Os olhos da criatura brilham!

Nisto surge atrás da deusa a imagem de uma imensa ARRAIA!

Como este exemplo!


{{{FERRÃO DA ARRAIA*}}}

* - Uma técnica poderosa de Anfitrite que consiste em causar uma dor insuportável no oponente! Dependendo do cosmo aplicado pela deusa neste ataque. Seu oponente poderá ficar fora de combate!


E um raio é disparado atingindo os três de surpresa!

Eles colidem com o chão!



A deusa vem flutuando até embaixo.


Seiya: - Arg! Meu... Corpo está todo ardendo!

Shun: - Como isto foi acontecer? As... As nossas armaduras não nos protegeram!

Hyoga: - Temos de vencer esta dor e ficarmos de pé... Senão ela nos derrotará facilmente!

Anfitrite: - Serão torturados pela minha ira cavaleiros de Athena!

Seiya: - Arg! Nos odeia tanto por derrotarmos o Orion... Fizemos em nome da justiça!

Anfitrite: - Justiça? Como a justiça que você humano diz, é mais importante que o desejo dos deuses?

Hyoga: - O desejo dos deuses já é um grande erro!

Anfitrite: - Desgraçados! (Aplica mais uma vez o raio neles) Sintam a dor da minha técnica.



{{{FERRÃO DA ARRAIA}}}



SANTUÁRIO DE ATHENA

CASA DE PEIXES



A deusa do destino Kera está diante da décima segunda casa.

Neste momento três cosmos surgem a sua frente.

São representados por três poderosas nebulosas!


Kera se ajoelha.


Kera: - Os senhores estão aqui... O que desejam?

O cosmo da esquerda com voz soberana masculina: - O QUE HOUVE COM OS DEMAIS QUE VIERAM COM VOCÊ?

Kera: - Meu senhor foram todos derrotados pelos cavaleiros de ouro... Inclusive a senhora Nix e o senhor Érebo.

O da direita também com voz soberana e masculina: - O QUE?

Kera: - Mas eles nãos estão mais em condições de lutarem meus senhores... Somente existe este cavaleiro da CASA DE PEIXES e eu o destruirei.

O do centro também com vos soberana masculina: - DESTRUA-O! POSSO SENTIR COSMOS AINDA ACESOS NESTE SANTUÁRIO... MAS SÃO NADA SE COMPARADOS AOS NOSSOS COSMOS. KERA NOS ENCONTRAREMOS EM BREVE...

Kera ainda ajoelhada em pensamento: - Eles estão aqui... Juntos não há nada que possa derrotá-los... (Expressão sarcástica) Agora vamos ver quem eu terei de mandar para o inferno.


Segue para entrada de PEIXES.



OLIMPO



Anfitrite vem caminhando: - Estou impressionada como vocês conseguiram atravessar todo o Olimpo para nada...

Hyoga: - O que? Arg! O que quer dizer com isto?

Anfitrite: - Simples... Aqui será o túmulo de vocês... EU ANFITRITE... DEUSA DOS OCEANOS os aniquilarei! E parte da nova era que surgirá... Será minha! (Ergue sua lança)



ENTRAMOS NAS LEMBRANÇAS DE ANFITRITE



Ela está entrando no salão do trono do SENHOR DO OLIMPO... ZEUS!

Zeus está em seu trono e a observa chegando próximo a ele.

A esposa de Poseidon ajoelha-se o reverenciando.


Anfitrite: - Hó soberano! Deus dos deuses... Que devo a honra de seu chamando?

Zeus com voz ao som de trovões: - Anfitrite! Seu filho Orion foi derrotado pelos cavaleiros de Athena que invadiram com ela o solo sagrado do Olimpo.

Anfitrite: - O que? Como isto foi possível? Eles... Eles são apenas humanos... E... E onde está Orion?

Zeus: - Está morto!

Anfitrite se enfurece e levanta-se: - Malditos eu vou acabar com eles!

Zeus expressa satisfação: - Ótimo! Você quer vingar a morte de Orion?

Anfitrite: - Sim meu senhor! Dê-me este direito! (A expressão da deusa dos oceanos muda para um sarcático sorriso) Mas não é somente vingar a morte de meu filho que desejo.

Zeus: - E o que você deseja?

Anfitrite: - Sei que Athena e seus cavaleiros tem lhe dado muito trabalho... Vários deuses foram derrotados além de meu filho e sei que seu filho Hércules o traiu!

Zeus levanta-se: - Onde quer chegar Anfitrite?

Anfitrite: - Quero parte de seus domínios quanto eu acabar com os cavaleiros de Athena!

Zeus coloca a mão direita no queixo: - Hum! Você sempre foi muito esperta... Sempre quiz tirar proveito de alguma coisa... Tudo bem! Mas...

Anfitrite: - NÃO! Sei o que dirá... Não quero o TEMPLO DO TRAIDOR DOS DEUSES... POSEIDON! Como deusa unica dos OCEANOS... Meu templo estará no Olimpo!



RETORNANDO A ATUALIDADE



Os cavaleiros começam a elevar seus cosmos e levantam-se!


Seiya: - Esqueça! Nada disto será concretizado!

Anfitrite: - Hum! O que pretendem fazer?

Seiya: - Nossa luta apenas começou! Eu derrotei Orion em nome da Justiça e assim acontecerá com você!

Anfitrite: - SEU VERME MISERÁVEL!


Ela vai aplicar seu ataque com a mão esquerda!

Mas algo diferente acontece!

Ela emana agora uma cosmo energia!

As águas das piscinas começam a brilhar é impressionante!

Os cabelos da deusa são agitados!

Agora inúmeras e pequeninas partículas de água começaram a se concentrar ao redor de Anfitrite.


Seiya queima seu cosmo e começa a fazer o movimento conforme as 13 estrelas da constelação de pégaso: - Não ficarei esperando seu ataque!


{{{METEORO DE PÉGASO}}}

O metoros atingem sua armadura!

Porém nada contece!

A deusa nem se move!


Seiya: - O QUE? MEUS METEOROS DE NADA ADIANTARAM?

A deusa fecha os olhos!

E a técnica de Seiya é devolvida!

O cavaleiro de pégaso grita!

E choca-se contra o chão!

Hyoga e Shun vão até o amigo: - SEIYA! SEIYA!

Hyoga abaixado segurando Seiya: - Seiya você está bem?

Seiya: - Os meus METEOROS foram repelidos como aconteceu com... O Poseidon...

Shun: - Ela não é uma adversária comum...É uma deusa muito poderosa... Seu cosmo tem um pouco dos cosmos de Poseidon e Orion!

Anfitrite: - Exatamente Andrômeda... Que bom que tenha compreendido o que está diante de você...Cavaleiros de Athena tudo que tentares usar contra mim retornará para vocês... Mas não tenho tempo a perder os aniquilarei instantaneamente com a minha técnica! (A criatura marinha de sua mão esquerda abre a boca)


O cavaleiro de Andrômeda e Cisne ficam de pé!

Olham um para o outro e fazem sinal com a cabeça de concordarem!


Seiya: - O que vocês farão?

Nisto a imagem de diversas criaturas marítimas demoníacas surgem atrás da deusa!

Tipo esta da foto!


Shun e Hyoga matem a postura de combate!

Anfitrite: - CRIATURAS DOS OCEANOS EU AS ENVOCO!




{{{MALDIÇÃO OCEÂNICA*}}}

* - Técnica utilizada para acabar com a mente do oponente! A mesma é perturbada pelas terríveis criaturas. Com isto Anfitrite pode aniquilar seu oponente com facilidade.



Da mão esquerda de Anfitrite um poderoso raio é lançado!

Hyoga queima seu cosmo!


Shun ergue a mão esquerda!


{{{DEFESA CIRCULAR*}}}

* - A atual técnica de defesa de Shun está mais poderosa! As correntes inclusive emanam pó de estrelas dourados enquanto o cavaleiro de Andrômeda estiver fazendo o movimento circular.

E o cosmo do CAVALEIRO DE CISNE unido a isto faz uma energia congelante envolta da corrente!

Mas o inesperado acontece!

A técnica de sua oponente atravessa toda a tentativa defensiva dos cavaleiros.


SÃO TODOS ATINGIDOS!

ELES GRITAM E ATINGEM A PAREDE!

E CAEM EM SEGUIDA NO CHÃO!


Anfitrite dá uma gargalhada: - Acabou seu objetivo Athena! A humanidade está nas mãos de SENHOR DO OLIMPO! (Mais uma gargalhada)


Os cavaleiros começaram a se mover.

Mas na hora começam a gritar e a colocarem as mãos na cabeça!


Seiya: - AH! O QUE ESTÁ ACONTECENDO?

Shun: - NÃO! NÃO! ONDE NÓS ESTAMOS? AH!

Hyoga: - AH! ONDE ESTA ANFITRITE? O QUE SÃO ESTAS CRIATURAS? AH!


A deusa os observa!


Anfitrite em voz baixa: - É o fim destes cavaleiros de Athena... Eles aprontaram muito neste solo sagrado... Agora serão punidos pelo que fizeram aos deuses.



AGORA VEMOS O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM ELES



Os cavaleiros de Athena estão cercados por diversos monstros marinhos!

Como estes!


Estão num lugar em que o céu está escuro como as trevas!

Eles se encontram numa espécie de ilha e as criaturas vão surgindo da água!

São gigantescos monstros como este da foto.

Alguns são como aquele da mão esquerda da deusa e outros com aquela concha bizarra de sua mão direita.


Seiya: - COMO VIEMOS PARAR AQUI?

Shun: - ELA DEVE NOS TER TELETRANSPORTADO PARA CÁ!

Hyoga: - ISTO É TERRÍVEL! PRECISAMOS NOS SALVAR!

Eles correm e chegaram a um lugar rochoso!

Estão cercados!

Mas são surpreendidos, pois começa a brotar água no chão e mais criaturas surgem!


Hyoga: - Seus malditos fiquem ai!


{{{PÓ DE DIAMANTE}}}

E congela o local!

Duas grandes criaturas se aproximam!


Seiya: - Suas criaturas horríveis! Não permitirei que devore a mim e aos meus amigos! Vão para o inferno bichos feios!


{{{METEORO DE PÉGASO}}}

As criaturas são atingidas e caem mortas!

Porém começam a vir mais!


Shun: - Deixe comigo Seiya!


O cavaleiro de Andrômeda lança suas correntes!

{{{ARMADILHA DE ANDRÔMEDA*}}}

* - (Wild Trap): As correntes de Shun aprisionam o inimigo e o eletrifica com 10.000 volts e ao mesmo tempo apertando-o até morrer.


Elas envolvem as criaturas!

As aperta!

E são carbonizadas pela imensa descarga elétrica!

E caem mortas!


Shun: - Assim vocês não nos encomodarão mais!


Porém outras criaturas não param de surgir!

E sem perceberem o local que Cisne havia congelado começa a rachar!


Hyoga queimando seu cosmo: - Temos de elevar nossos cosmos e atacá-los de uma só vez!

Cisne começa a fazer uma coreografia!

E lança duas rajadas de gelo no ar!

Uma chuva de cristais de gelo é criada!

Nisto as diversas criaturas começaram a ser congeladas!


Seiya com ar de alívio: - Funcionou! UFÁ!

Shun: - Vamos sair daqui!


O local que cisne congelou é destruído dezenas de criaturas surgem!


Hyoga: - O que? Mas não é possível!


As criaturas vão sobre Shun!


Shun cai: - AH! Não! Saiam de cima de mim! SEIYA.... HYOGA....

Hyoga e Seiya: - SHUN!


E as outras criaturas quebram o gelo formado pela chuva de cristais de gelo!


Seiya corre para ajudar Shun e o puxa: - Shun você... Você está bem!

Shun: - Sim! Estás criaturas nogentas...Não param de surgir!

Seiya: - Isto só pode ser um pesadelo! Antifitre já que é uma deusa apareça e lute!

Hyoga: - Isso mesmo não use suas horríveis criaturas sua covarde!

A voz de Anfitrite: - Seus idiotas de onde vocês estão jamais saíram!

ELES: - O QUE?

Seiya: - Mas do que você está falando?


Anfitrite: - Suas mentes estão dominadas por minhas belas criaturas... Com isto eu aniquilarei seus corpos (Dá uma diabólica gargalhada)

Hyoga: - É uma ilusão? Isto é uma ilusão? Sua covarde! Por que não luta frente a frente?

Anfitrite: - Covarde? Eu sou uma deusa e posso decidir o que eu quiser do destino humano!

Seiya: - Jamais deuses perversos como você venceram a justiça!

Shun: - Se isto é uma ilusão ela pode ser quebrada!

Anfitrite: - O que? Não diga bobagens Andrômeda!

Shun: - Você cometeu um grande erro ao falar isto!


O cavaleiro de Andrômeda queima seu cosmo!

E queima de tal maneira que é possível ver o universo passando pelo cavaleiro!



SAINDO DA ILUSÃO CRIADA PELA DEUSA!



A frente da mesma os corpos dos cavaleiros estão estirados no chão.

Mas o corpo de Shun é envolvido pelo seu cosmo!


Antifitre: - O que? Não pode ser!



RETORNANDO A ILUSÃO!


Shun com a mão direita: - AMIGOS NÓS SAÍREMOS DAQUI AGORA! (Lança sua corrente de ataque) VÁ CORRENTE DE ANDRÔMEDA! ENCONTRE NOSSA INIMIGA!

{{{ONDA RELÂMPAGO}}}



A corrente de Andrômeda passa pelas criaturas em alta velocidade em zigue-zague!

E depois de atravessar uma imensa distancia!

Desaparece no vazio!



NO INTERIOR DO TEMPLO


A deusa está assustada!

Nisto a corrente junto a Shun desacordado no chão começa a emanar uma poderosa cosmo energia!


Anfitrite: - Isto é impossível!


Corrente em disparada vai atingir a deusa!

Ela tenta proteger-se com a mão esquerda!

Mas é atingida!

Destruindo aquela criatura avermelhada!

E a corrente acerta também a estrutura de sua armadura sobre o ombro esquerdo!

Que fica com diversas rachaduras!

O olhar de Anfitrite expressa ódio e perplexidade!

A deusa está ajoelhada com a mão direita no ombro que sangra!


Anfitrite: - O que houve aqui? Como ele foi capaz?


Neste momento os cavaleiros começam a despertar.


Shun se levantando: - Funcionou retornamos!

Seiya: - Sua deusa perversa! Nós conseguiremos cumprir nossa missão! (Queima seu cosmo)

Hyoga: - Belo trabalho Shun!

Anfitrite ainda ajoelhada: - Isto não é o suficiente para acabar comigo!

Seiya: - Isso é o que veremos!

Anfitrite: - De nada adiantará seu ataque!


{{{METEORO DE PÉGASO}}}

Ela solta a lança e agora impõe a mão direita!

E mais uma vez os golpes de Seiya de nada adiantaram!


Seiya se surpreende: - Essa não!

Anfitrite: - Seu idiota! Acredita que o que não funcionou antes funcionará agora? Tome sua própria técnica!


Ela devolve mais uma vez o golpe de Seiya!

O cavaleiro de pégaso é atingido e colide com o solo!

Shun e Hyoga: - SEIYA!


Ela começa a elevar seu cosmo e novamente as águas ficaram agitadas.

Emanando energia que se concentra ao redor de Anfitrite.


Anfitrite: - Cavaleiros de Athena não permitirei que avancem ao TEMPLO DO SENHOR ZEUS!

Shun: - Mesmo depois de ser atingida o cosmo dela continua poderoso!

Hyoga: - Mesmo sendo muito poderosa ela deve ter um ponto fraco...

Seiya: -Sua deusa diabólica jamais nos daremos por vencidos!


Pégaso e Andrômeda estão atentos!

Já Hyoga olha para as piscinas.


Anfitrite: - PELAS FORÇAS DOS OCEANOS...



{{{TEMPESTADE OCEÂNICA*}}}

* - É uma poderosa rajada de vento devastadora. Que destrói a tudo que está à frente de Anfitrite. Essa mesma tempestade é capaz de destruir imensa embarcações em alto-mar!


Uma poderosa rajada de vento é criada!

Os cavaleiros são atingidos e chocaram-se com violência nas colunas!

A deusa continua a aplicar sua técnica!


Anfitrite: - Acabarei com vocês! Seus vermes! A humanidade será extinta e com isto a era dos deuses retornará!


Seiya e os demais gritam!

O ataque da deusa dos oceanos está cada vez mais forte!


Anfitrite: - Só irei parar quando não mais sentir o cosmo de vocês! Vão para o inferno! Vingarei a morte de Orion!


Hyoga mesmo diante de toda a situação!

Observa mais uma vez as piscinas e repara em algo!

Começa a queimar seu cosmo!


Anfitrite: - O que pensa que está fazendo Cisne? Não há esperança para vocês... Aceite a morte!


O cosmo de Cisne é cada vez maior!

As águas das piscinas começaram a congelar!

Inclusive o chão!

A técnica de Anfitrite começa a perder forças!


Hyoga: - Mesmo você sendo uma deusa poderosa... Possui um ponto fraco!

Anfitrite surpreende-se: - O QUE? MAS... MAS O QUE ESTÁ ACONTECENDO!

Hyoga: - Não é somente por ser a deusa dos oceanos que existe água aqui e ao redor do templo. Você necessita da água para elevar seu cosmo e fazer o mal!


Os cavaleiros de Athena caem de pé!


Hyoga: - Anfitrite você utiliza a energia da água para aplicar suas diabólicas técnicas! Logo o elemento água que é tão importante para a vida de pessoas, animais e plantas. Que são as coisas que você e o maldito do Zeus querem destruir. Isto eu não aceito!

O cosmo de Cisne se eleva cada vez mais!


Anfitrite: - Minha poderosa técnica foi... Foi aniquilada!

Hyoga: - Isso mesmo! Assim como a vontade de Zeus também será e de todos os deuses malígnos! A deusa Athena ao lado de nós cavaleiros da esperança traremos devolta a paz à humanidade!

Anfitrite: - Verme de Athena não sabe o que fala! Jamais isto ocorrerá é o destino da raça humana... Ser extinta!


O cavaleiro de Cisne une as mãos e as ergue!

A imagem da mulher segurando o jarro surge!

Anfitrite segura sua lança!

Anfitrite: - Palavras... Jamais a vontade de um verme humano vencerá o desejo de um deus...


AMBOS ESTÃO QUEIMANDO SEUS COSMOS!

DE UM LADO HYOGA E A IMAGEM DA MULHER COM O JARRO!

DO OUTRO A DEUSA DOS OCEANOS...

ANFITRITE E ATRÁS DELA A IMAGEM DE DOIS GOLFINHOS COMO NA CONSTRUÇÃO AO LADO DE SEU TRONO.


Continua!


Na próxima semana:

CAPÍTULO 26: AMIGO DESCANSE EM PAZ

Não percam!



Postar um comentário