sábado, 31 de janeiro de 2009

Óreas, Urano e Ponto

ÓREAS

Na mitologia grega, Óreas é um deus primordial, que personifica as montanhas, filho de Gaia, a deusa da Terra. Óreas tal qual seus irmãos Urano e Pontos, foi gerado espontâneamente. Óreas foi derrotado por Éter na antiga era primordial.

URANO

Urano (gr.Ουρανός) era uma deus grego que personificava o céu. Foi gerado espontaneamente por Gaia (a Terra). Casou com sua mãe, que lhe deu por filhos (e irmãos) os titãs, os Ciclopes e os Hecatonquiros (seres gigantes de 50 cabeças e 100 braços). Urano odiava seus filhos, por isso mantinha todos presos no interior de Gaia. A terra então instigou seus filhos a se revoltarem contra o pai. Cronos, o mais jovem, assumiu a liderança da luta contra Urano e, usando uma foice oferecida por Gaia, castrou seu pai e jogou seus testículos ao mar. O sangue de Urano, ao cair na terra (por uns dito que do sangue de Urano derramado sobre a vagina de Gaia), nasceram os Gigantes, as Erínias e as Melíades. Cronos atirou os testículos de Urano no mar, que formou uma espuma de esperma, de onde brotou Afrodite, a deusa do amor. Urano continuou a deitar-se com Gaia todas as noites, mas agora não podia fecundá-la. A maioria dos gregos condideram Urano como principal (protogenos), e lhe deu nenhuma filiação. Sob a influência dos filósofos Cícero, em De Natura Deorum ("A Natureza dos Deuses"), alegações de que ele estava a descendência dos antigos deuses Aether e Hemera, do ar e do Dia. De acordo com a órfico Hymns, o filho de Ouranos foi a personificação da noite, Nyx. Seu equivalente em mitologia romana foi Caelus, também a partir de caelum a palavra latina para "céu".

PONTO

Na mitologia grega, Ponto (em grego Πόντος, transl. Póntos, "alto-mar") era o antigo deus pré-olímpico do mar, na mitologia grega, que, tal como Urano, nasceu por partenogénese de Gaia, a Terra.

Segundo Hesíodo em sua Teogonia, Gaia gerou Ponto por si própria, sem se acasalar. Já Higino afirmou que Ponto era filho de Gaia com Éter, o Ar.[1]

Foi pai com Gaia do velho do mar, Nereu, e de Taumante, dos aspectos perigosos do mar, Forcis e sua irmã e esposa Ceto, e de Euríbia. Com Talassa (cujo nome também significa "mar", mas com uma raiz pré-grega), foi pai dos Telquines.

Compare com o titã do mar Oceano, cuja presença é mais vívida entre os helénicos.

Postar um comentário